Rosa claro

Fotos: Klikk.no | Le Petit Chouchou

Primeiro o “rosa millennial” foi escolhido o tom do ano pela Pantone, dando novo sentido à cor, que surgiu mais moderna e neutra. Depois foi a vez do “dusty pink” ser eleito como tonalidade da vez no mundo do décor. Finalmente, o “antique pink” foi eleito a cor mais desejada entre as noivas, tanto na decoração da festa, quanto nos trajes das madrinhas.

Rosa claro

Fotos: Interior Decline | Studio Nest

Sim, as variadas nuances do rosa claro e acinzentado vêm ganhando cada vez mais espaço como opção versátil e elegante, seja complementando uma decoração multicolorida, trazendo suavidade a um décor étnico ou alegrando um espaço bem minimalista.

Rosa claro

Fotos: likekt.bigcartel.com | Studio Nest

De fato os novos rosas são muito mais curingas do que se pode supor, do tipo que não enjoa se ganhar espaço em uma parede inteira. Eles também complementam com maestria os cômodos da casa. Podem mostrar personalidade de sobra e exalar perfume atual ao colorirem sofás ou cadeiras, mas também são um charme adornando peças de design menores.

Basta achar a tonalidade de rosa que mais combina com você e seu estilo, indo do rosa bem suave ao mais marcante. Qual é o seu?

Meditação para crianças

Foto: Mind Valley Academy

Se a ideia de férias remete a um paraíso calmo e ensolarado, é só pensar em “férias escolares” para essa ideia mudar totalmente. Caos e bagunça de um lado, energia de sobra para aproveitar cada segundo do outro, que tal encontrar um equilíbrio nessa equação?

E qual melhor forma de encontrar equilíbrio se não através da meditação? Calma, não tem problema se os pequenos tiverem dificuldade de relaxar. Existem aplicativos próprios para ajudar os pais e as crianças a meditar.

Meditação para crianças

Foto: Den Meditation

O Vivo Meditação foi desenvolvido por Satyanatha – nome monástico do brasileiro Davi Murbach, que viveu 7 anos como monge em Kauai Aadheenam na Índia. Ele ensina técnicas fáceis de meditação para crianças entre 4 e 12 anos.

Através de vídeos e áudios, o site Criança Zen também traz dicas e técnicas simples para iniciar as crianças a tranquilizar a mente, exercitar a calma e o foco.

Meditação para crianças

Imagens: Vivo Meditation

Para ensinar meditação e, por que não, um pouco de inglês para as crianças, o aplicativo australiano Smiling Face foi desenvolvido por educadores e psicólogos. Também é uma delícia para os adultos, que podem começar dedicando apenas 10 minutos por dia à meditação.

E acredite, os benefícios vão muito além de tardes mais tranquilas!

Foto: Urban Jungle Bloggers

Não à toa o Greenery, o verde dos primeiros dias da primavera e das novas folhagens, foi a cor escolhida pela Pantone – referência mundial em cores – em 2017.

Foto: Urban Jungle Bloggers

Pinterest e Instagram também não nos deixam mentir: o movimento #urbanjungle está invadindo  cômodos de apartamentos ao redor do mundo. Não importa o seu tamanho, quanto mais vasos e plantas, melhor e mais “descolado”.

Foto: Urban Jungle Bloggers

Mas não se engane, encher a casa de plantas é mais do que uma onda de decoração passageira. Faz parte de uma mudança de comportamento que se conecta com os novos tempos.

Foto: Urban Jungle Bloggers

Tem forma melhor de desacelerar, depois de mais um dia, do que chegar em casa e poder estar em harmonia com a natureza e com nós mesmos, nas nossas próprias selvas particulares?

Foto: Urban Jungle Bloggers

Apostamos que você está morrendo de vontade de espalhar vasos pela casa, vai dizer que não?

Foto: Urban Jungle Bloggers

Começou! Foi dada a largada para a liqui de verão que promete repaginar seu visual.

Confira as lojas participantes: site, todas as do Rio de Janeiro, Búzios, Niterói, Campos, São Paulo, Alphaville, Ribeirão Preto, Belo Horizonte, Uberlândia, Acre, Aracaju, Belém, Balneário, Blumenau, Canoas, Brasília, Cariri, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Goiânia, Juá, Manaus, Recife, Salvador, São Luis, Teresina, Vitória e Vila Velha.

A liqui é não cumulativa com outras ações e válida para peças selecionadas.

Foto: chatadegalocha.com

Você já deve ter ouvido sua avó, a mídia e até mesmo algum profissional de saúde afirmar que, para emagrecer e se manter saudável, deveríamos começar o dia com um café da manhã farto (como rainha), almoçar moderadamente (como princesa) e jantar pouco (como plebeia).

Como dormimos em média 7-8 horas por noite, a crença se baseia em quebrar o jejum com uma refeição completa e nutritiva para ao longo do dia ir diminuindo a quantidade de comida. Mas o suporte científico para essa ideia é surpreendentemente escasso.

É fato que de noite nosso metabolismo está mais devagar e que comer demais perto da hora de deitar favorece o refluxo. Mas cada organismo funciona de uma forma e, no fim, a matemática é soberana. Não adianta distribuir 2000 kcal em 7 refeições ao longo do dia. Se você consumir o mesmo valor calórico concentrado em 2 ou 3 refeições, vai dar no mesmo.

Fotos: lmld.org

Foi o que mostraram novas pesquisas publicadas em vários artigos de diferentes universidades na edição de agosto de 2016 do The American Journal of Clinical Nutrition (revista de peso na área científica). O maior e mais provocativo dos estudos foi realizado pela Universidade do Alabama e reuniu 300 voluntários tentando perder peso. Parte deles foi orientada a pular o café da manhã, enquanto as demais pessoas deveriam obrigatoriamente tomar o café ou simplesmente seguir com seus hábitos, seja eles quais fossem. Dezesseis semanas depois, nenhum deles perdeu mais do que meio quilo. O estudo concluiu que ingerir ou não o café da manhã não afeta o peso.

Fotos: olgascooking.com

Outro estudo, da Universidade de Bath, na Inglaterra, avaliou o peso corporal, taxa metabólica em repouso, glicemia e colesterol sanguíneos de 33 voluntários magros. Independentemente de o café da manhã fazer parte dos hábitos dos voluntários ou não, após 6 semanas de análises, nenhum índice foi alterado.

A conclusão do estudo é que, para a perda de peso, o café da manhã é só mais uma refeição. As calorias do desjejum valem tanto quanto as de qualquer outra refeição. O que ingerimos pela manhã não influencia no que comemos no resto do dia. Ou seja: se você adora comer de manhã, maravilha. Vá em frente. Se não curte, tudo bem também.

Mas os cientistas concordam que mais experimentos são necessários antes de entendermos completamente o impacto do café da manhã no nosso metabolismo. O que se sabe é que seja qual for o momento do dia em que forem consumidos, certos alimentos são saudáveis por natureza.