De canção em canção

Terrence Malick

Imagens: divulgação/reprodução

Os filmes do diretor americano emblemático Terrence Malick são sempre contemplativos, entre recortes preciosos de imagens fragmentadas, tempos que não são precisos e planos belos, belíssimos. E também sempre chamam atenção pelo elenco.

Terrence Malick

Imagens: divulgação/reprodução

Se tem alguém que consegue criar um casting épico, é Malick, que já juntou Brad Pitt, Sean Penn e Jessica Chanstain. Agora, em De canção a canção, em cartaz desde ontem, dirige um quarteto para lá de interessante, composto por Ryan Gosling, Rooney Mara, Michael Fassbender e Natalie Portman, com participações de Christian Bale e Cate Blanchett. Chegamos a ficar sem fôlego.

Terrence Malick

Imagens: divulgação/reprodução

E como o filme é uma jornada pela indústria musical americana, claro, da forma nada linear do diretor, ainda guarda aparições de Patti Smith, Iggy Pop, Lykke Li e Florence Welch, entre as cenas em festivais, estúdios e outros cenários de Austin, no Texas.

Parece um bom jeito de passar o fim de semana com os pés para cima!

Para abraçar o inverno

Fotos: Vogue Home | Site House | Blood and Champagne | Bettys

O frio chegou da melhor maneira, reservando noites debaixo da coberta com direito a maratona de seriados e filmes. Quando a temperatura cai, dá vontade de se abraçar numa casa superaconchegante, ah dá, e para isso vale um truque irresistível: uma peça peludinha de décor.

Pelo falso, é claro, bem fofo e quente, vale almofada, tapete ou manta, só para dar aquela sensação de acolhimento de inverno, sem contar que é puro charme.

Inverno

Fotos: Lonny Magazine | Ana Luiza Flores

Vale jogar de forma displicente em uma poltrona mais cheia de personalidade na sala, pode estar entre as cadeiras da mesa de jantar, até mesmo numa cozinha mais ampla e estilosa, ou jogado no sofá para enfeitar e esquentar o clima a qualquer hora.

As peças de pelo dão um ar escandinavo que é bem elegante e que ganham novo olhar quando cercadas de plantas bem tropicais e marcantes. Também pode optar por um colorido, mas nossa dica é escolher uma cor neutra, que não interfira muito na decoração.

Fotos: SF Girl By Bay

Afinal, é um detalhe que já chama atenção sem precisar de muito!

“A gente não faz amigos. Reconhece-os”, já dizia o poeta (camarada) Vinicius de Moraes. Reconhece no olhar, no sorriso, na troca. Eles estão sempre lá, mesmo longe, nos esperando com risadas ou palavras de carinho. Um amor que nunca morre, se transforma, muda e cresce junto conosco.

Hoje, Dia do Amigo, convidamos duas grandes amigas da nossa equipe para falar uma sobre a outra. A Gabi e a Aline (estilistas de malha e jeans/sarja, respectivamente), abrem o jogo sobre essa amizade que começou aqui na Filó.

Que aqui nasçam e se firmem muitos outros amigos, desses especiais que tornam a vida ainda mais doce.

Como vocês se conheceram?

Aline sobre Gabi: “Fui bastante alertada a respeito de uma estilista baixinha. Falaram que se eu desse bobeira, no segundo dia estaria sendo imitada por ela. Nos conhecemos em 2012, eu amo cozinhar e ela ama comer tudo que eu faço, é a parceria perfeita. Entre muitas festas, jantares e risadas, nos tornamos muito amigas.”

Gabi sobre Aline: “Desde que ela viajou conosco durante nossa 1ª semana de criação juntas, percebi que dali ia surgir uma grande amizade. Aline tem uma história de vida muito linda que parece um pouco com a minha. Guerreira, sempre correu atrás de seus sonhos, venceu muitas barreiras e tem um humor maravilhoso”.

Só quem é amiga dela sabe que…

Aline: “Ela coleciona pinguins e caixa de fósforo.”

Gabi: “Ela faz cronograma do cabelo, se consulta com o poderoso Dr. Google, pesquisa tudo na internet sobre beleza e saúde, sai praticamente com doutorado no assunto. A musa da vida da Aline é a youtuber Renata Meins e ela troca qualquer comida por um belo cordeiro”.

Qual é a melhor qualidade dela?

Aline: “Ela é parceira para todas as horas.”

Gabi: “Ter um coração do tamanho do universo. Sabe aquela pessoa que escuta uma história triste no Facebook, corre para o Dr. Google, descobre tudo da vida dela, faz um mutirão com os amigos e na outra semana já arrecadou mil coisas? Ela é assim, ama uma transformação.

O que ela tem de mais engraçado?

Aline: “Ela é capaz de imitar todos os trejeitos de qualquer um.”

Gabi: “Uma família “buscapé”, maravilhosa e unida que tem muitas histórias engraçadas que renderiam um bom livro de comédia! Ela também tem mania de falar “psiu” no meio da frase. (Risos).

Uma memória de vocês juntas.

Aline: “São muitas, mas nunca vou me esquecer a noite que passei na casa dela, bebendo, dançando e cozinhando uma galinhada para 100 pessoas até de madrugada.”

Gabi: “São tantas memórias maravilhosas. Uma que eu amo foi na noite anterior ao meu aniversário, quando preparou uma feijoada lá em casa, entre vinho, música, lembranças, risada, bolo saindo do forno. Até que bateu o cansaço e fomos dormir. No dia seguinte, Aline acorda para acabar as preparações e não acha o bolo (risos). Procura dali, procura de lá… Então lembramos que o bolo estava pendurado no varal. Rimos até hoje!”.

Meu recado para ela.

Aline: “Amiga, o destino foi tão legal com a gente. Além de nós colocar juntinhas no trabalho e na vida, nos deram nossas filhas que vão crescer juntas, aprendendo uma com a outra, assim como eu aprendo com você todos os dias! Obrigada por fazer parte da nossa família. Te amo!”.

Gabi: “Aline, minha amiga tão querida, te desejo uma vida repleta de felicidades. Adoro seu jeito que não desperdiça tempo com coisas pequenas. Seja sempre verdadeira com seu coração e siga seu caminho que é muito iluminado. Te quero para sempre em nossas vidas. Obrigada pela amizade e peça confiança. Te amo!”.

Verde sobre azul

Ravello

Imagens: The Ravello Coastline, 1926 – Peder Mork Monsted | wikitravel.org

Na nossa mais recente coleção – Cocktail Stravaganza – , convidamos você a embarcar conosco em uma incrível viagem pela Itália.

Aqui, no Além das Flores, achamos que esta jornada não estaria completa sem aquela bela passeggiata por Ravello e seus jardins, que diferentemente de outros vilarejos ao longo da costa, não impressiona pelas suas praias, mas pelo “mar inteiro”.

Ravello

Foto: slowitaly.yourguidetoitaly.com

Entre o céu e o mar, a mais de 350m de altura se debruçam os jardins e terraços das Villa Cimbrone e Villa Rufolo, dois daqueles lugares que assim que você pisa logo entende o porquê de já terem inspirado o trabalho de tantos artistas relevantes na música, pintura e literatura.

Fotos: Slow Italy | Benvenuto Limos

Com origem que remonta ao séc XI, Villa Cibrone – a coroa de Ravello – teve seus jardins amplamente renovados pelo nobre britânico Lord Grimthorpe no início do século XX. A Villa é hoje um hotel privado de cinco estrelas, mas os jardins estão abertos ao público e são eles, junto com os jardins da Villa Rufolo, que oferecem a vista mais memorável da Costa Amalfitana.  O espetáculo acontece também dentro dos jardins, principalmente no verão, quando as glicínias da passagem principal – Viale dell’Immenso – estão em plena floração.

Fotos: robyketti.tumblr.com | Belle Italy

A Villa se estende como um longo parque onde é possível deambular pelos seus amplos jardins adornados por estátuas, fontes e pequenos templos, adentrar suas grutas artificiais, se perder no roseiral e finalmente desembocar no Belvedere, a Terrazza dell’Infinito, com sua  dramática vista sobre o Mediterrâneo se desenrolando aos pés.

Fotos: Poesias Preferidas | Design Nack

Dona de uma vista igualmente impressionante, a Villa Rufolo foi construída por uma abastada família de comerciantes no século XIII, tendo sido recuperada no século XIX, após longo período de negligência, pelo botânico escocês Sir Francis Neville Reid, que se apaixonou pelas torres mouriscas e pelas suas surpreendentes e inigualáveis vistas.

Ravello

Fotos: Slow Italy | My Italy Trip

Magníficos jardins se desdobram em diferentes níveis e configuram, junto à vista para o mar, o ponto alto da Villa. Mar e céu servem de pano de fundo a enormes pinheiros mansos e a jardins de numerosas flores. Ao panorama do azul do Mediterrâneo, por si só inspirador, somam-se assim as infinitas cores do jardim. Essa paisagem pode ser ainda mais arrebatadora quando observada de uma das duas grandes torres da Villa.

Fotos: Pinterest I love Ravello | 2.bp.blogspot.com

A experiência fica completa se a todo este cenário juntarmos música. Não raras vezes os terraços de Villa Rufolo são palco de concertos de música de câmara e clássica, incluindo o famoso Ravello Festival. Apesar do acompanhamento imprevisível de ruídos estranhos, qualquer imperfeição para o ouvido é mais do que recompensada pelo espetáculo que confronta o olhos, quando o palco tem como cenários o Golfo de Salerno e a costa escarpada de Amalfi.

Fotos: ciaoamalfi.com | Home Sweet World

Agora, suba na garupa da Vespa porque a viagem continua. Até a próxima parada!

Princesa moderna

Miranda Kerr

Fotos: Vogue

Quem disse que não é possível ser uma noiva romântica e moderna, tradicional e ao mesmo tempo supercool? Pode sim, pode tudo, principalmente quando você é uma Top Model se casando com um dos homens mais ricos do mundo.

A modelo Miranda Kerr acaba de subir ao altar com o fundador do Snapchat, Evan Spiegel, num casamento íntimo e discreto. Pelo menos até divulgarem as fotos, que elevaram o vestido de noiva dos sonhos a um novo patamar.

Miranda Kerr

Fotos: Vogue

Segundo a australiana, o modelo foi inspirado no look do casamento de Grace Kelly e desenhado por ninguém menos que Maria Grazia Chiuri, ganhando título de primeiro vestido de noiva criado por ela como estilista da Christian Dior.

Mesmo sem decote ou nenhum pedacinho de pele à mostra, vestido ainda assim é incrivelmente jovial. Outro “detalhe” pode servir como inspiração preciosa para o grande dia é a decoração de flores rosas que segue o romantismo do vestido, extremamente glamouroso.

Miranda Kerr

Fotos: Vogue

Apesar de toda pompa, o casamento só foi acompanhado por 45 convidados. Ainda bem que a internet nos deixou dar essa espiadinha virtual.