Ilhas italianas

Imagem: Toda Matéria

Do fundo do Mar Mediterrâneo emergem dezenas de ilhas e ilhotas italianas, entre vulcânicas e continentais. Águas quentes e cristalinas, interessantes sistemas montanhosos, vilas pitorescas, sol e um constante perfume de maresia no ar são os ingredientes-chave das paisagens insulares na Itália.

Ilhas italianas

Imagem: wwwf.imperial.ac.uk

Reconhece-se internacionalmente o esforço italiano quando o assunto é preservação, o país tem um importante trabalho de proteção das áreas naturais costeiras. Entretanto, a baixa densidade populacional e o isolamento gráfico de grande parte dessas ilhas também contribuiu para que, em alguns casos, a diversidade da fauna e da flora locais fosse preservada.

Ilhas italianas

Imagem: www.first-nature.com

Nestas ilhas, predomina a vegetação mediterrânea típica, formada por árvores esparsas, arbustos e pela prevalência de plantas herbáceas que são organizadas de duas formas: “garrigue” (formação vegetal aberta) e “maquis” (densa e fechada). 

Imagens: capri.com | weleda.com.br | visitelba.co.uk | villedegliulivi.it | iselba.it | ciao.citalia.com | chilledmagazine.com

Ambos os sistemas abrigam um importante número de espécies de animais, entre as quais se destacam mamíferos (veados, coelhos, lebres, lobos, raposas, javalis e pequenos roedores), aves (corvos, tentilhões, águias, corujas e falcões), répteis (lagartos, cobras e víboras), além de uma abundante quantidade de insetos.

Ilhas italianas

Imagem: www.iselba.it

Na paisagem antrópica de algumas das ilhas, podemos encontrar exemplos de espécies não-nativas, mas consideradas naturalizadas e com importância cultural e econômica às vezes superior à maioria das nativas. É o caso da romãzeira e do limoeiro, marca registrada da paisagem da ilha de Capri. Com sua cor pincelando toda a ilha, seu aroma em meio ao perfume do mar e seu sabor degustado nos quatro cantos do mundo.

Ilhas italianas

Imagem: www.earthbelowgirls.com

De encher os olhos!

Perfume do fundo do mar

Foto: Australian Geographic

Hoje o convite tem o perfume do mar. Corais, anêmonas, esponjas-do-mar e flores marinhas são o cenário. A proposta é entrar na corrente para explorar paisagens tão ricas quanto profundas.

Perfume do fundo do mar

Foto: Commons Wikimedia

Por estarem longe do nosso olhar, quase nunca nos lembramos que estas incríveis paisagens existem, são tão vivas, coloridas e diversas – verdadeiros jardins marinhos, com direito a “abelhas do mar” e tudo. Sim, a polonização, que até há muito pouco tempo se acreditava ser feita apenas pelas correntes oceânicas, é auxiliada por pequenos crustáceos que assim contribuem para a promoção da biodiversidade marinha. Não é fascinante?

Perfume do fundo do mar

Fotos: The Culture Trip

Acho que podemos assumir que recifes, nada mais do que extensas colônias de corais, são os maiores “jardins do mar”, albergando ecossistemas de enorme biodiversidade e altamente produtivos.

Perfume do fundo do mar

Foto: Sanackas/hdrcreme

Acho até que podemos ir mais longe e afirmar que eles são também os maiores jardins da terra. Parece justo, se considerarmos que a grande barreira de coral, na costa Queensland, Austrália, é o maior indivíduo vivo do planeta.

Fotos: NY Times/ The Culture Trip / This is Colossal / Biospace / Wikipedia/ Detetives do Meio Ambiente/ Seeker/ News First 

Mas atenção: beleza e perigo andam de mãos dadas até no fundo do mar. Onde há incríveis corais coloridos e lindas anêmonas dançantes, também abriga temidas águas-vivas e outras criaturas tão atraentes quanto fatais.

Perfume do fundo do mar

Pronta para este mergulho?

Abelhas e borboletas

Fotos: feel-planet.com | maladviagem.blogspot.com.br

A primavera chegou e lá estão elas, as eternas aliadas das flores, rainhas da estação: as abelhas e borboletas.

Infelizmente, estação após estação, esses insetos tão indispensáveis para a natureza são cada vez mais raros. Foi isso que concluiu o estudo divulgado em relatório o ano passado pela ONU, que vem alertando para as graves consequências desse declínio.

Abelhas e borboletas

Foto: weekendesk.es

Abelhas e borboletas são importantes polinizadores. Um mundo sem elas significa um mundo sem as flores que tanto nos inspiram. Mais do que isso, a anunciada redução nas populações de ambas apresenta um sério risco para a produção global de alimentos.

Abelhas e borboletas

Foto: nomadesdigitais.com

No mesmo relatório a ONU destacou a importância de proteger espécies polinizadoras para garantir a produção de frutos, grãos, leguminosas e outros vegetais, sobretudo frente ao desafio de alimentar a crescente população global.

Abelhas e borboletas

Fotos: maladviagem.blogspot.com.br

Acredita-se que este declínio registado, em maior ou menor escala, em várias regiões ao redor do mundo pode incluir causas como a perda de habitat, pesticidas, poluição, espécies invasoras, doenças e mudanças climáticas.

Abelhas e borboletas

Foto: holidayme.com

Por isso cabe a todos nós assegurar que o mundo não seja menos colorido amanhã e garantir um futuro sempre florido. Por isso, lançamos o desafio: nesta primavera, na hora de comprar mais um vaso para a varanda, privilegie a escolha de plantas melíferas e/ou nectaríferas.

Abelhas e borboletas

Foto: hongkiat.com

Para te ajudar nessa missão, você pode conferir aqui quais são essas espécies e as borboletas que elas atraem.

Por primaveras cada vez mais floridas!

Pelos túneis da primavera

Primavera

Foto: nomadesdigitais.com

Imagino que se a primavera fosse um lugar, um acolhedor e fresco túnel verde ou de flores nos conduziria até à entrada desse paraíso de aromas, refúgio de beija-flores hiperativos e abelhas atarefadas.

Túnel de flor

Foto: nomadesdigitais.com

A primavera é mais do que só um lugar onde podemos rolar na grama infinitamente. Gosto de pensar nela como um estado efêmero, de absoluta exaltação da natureza. E ainda que ela não seja esse lugar sempre pronto a ver visitado, nós ainda podemos percorrer os seus túneis.

Fotos: maladviagem.blogspot.com.br | nomadesdigitais.com| advisortravelguide.com | flavorverse.com | hongkiat.com/blog

Dos verdes aos florais, dos urbanos aos campestres, eles decoram nosso caminho e inspiram a passagem rumo a estação que dá as boas-vindas ao sol, num convite ao florescer que há em cada um de nós.

Primavera

Foto: maladviagem.blogspot.pt

A primavera está quase aí. Qual túnel você escolheria para a sua travessia primaveril?