De canção em canção

Terrence Malick

Imagens: divulgação/reprodução

Os filmes do diretor americano emblemático Terrence Malick são sempre contemplativos, entre recortes preciosos de imagens fragmentadas, tempos que não são precisos e planos belos, belíssimos. E também sempre chamam atenção pelo elenco.

Terrence Malick

Imagens: divulgação/reprodução

Se tem alguém que consegue criar um casting épico, é Malick, que já juntou Brad Pitt, Sean Penn e Jessica Chanstain. Agora, em De canção a canção, em cartaz desde ontem, dirige um quarteto para lá de interessante, composto por Ryan Gosling, Rooney Mara, Michael Fassbender e Natalie Portman, com participações de Christian Bale e Cate Blanchett. Chegamos a ficar sem fôlego.

Terrence Malick

Imagens: divulgação/reprodução

E como o filme é uma jornada pela indústria musical americana, claro, da forma nada linear do diretor, ainda guarda aparições de Patti Smith, Iggy Pop, Lykke Li e Florence Welch, entre as cenas em festivais, estúdios e outros cenários de Austin, no Texas.

Parece um bom jeito de passar o fim de semana com os pés para cima!

Doa a quem doar

Doação de livros

Imagem: divulgação

Desde cedo que se cria um leitor, é rara a criança que não se apaixona pelos livros se incentivada desde pequenas com esse belo hábito, que favorece a educação, a imaginação e um entendimento mais amplo e generoso da vida e do mundo.

Se você é uma dessas mães que adora apresentar livros e já percebe o brilho nos olhos do pequeno ao passar pelas novas páginas, temos uma dica esperta.

Doação de livros

Imagens: reprodução

Sem fins lucrativos, o site Livro Sem Apego visa aproximar e favorecer a troca entre quem quer doar e quem quer ganhar novos livros. Uma ideia para lá de simpática e econômica para essa paixão virar rotina.

Os livros são oferecidos na página, e os interessados podem escolher à vontade. Depois o site facilita a aproximação entre doador e interessado, que a partir de então só vão precisar organizar a logística da entrega.

Também existem livros de adulto circulando, uma ótima oportunidade para todo mundo que ama ler e que não consegue passar batido por um bom livro. Também um espaço bem bacana para você fazer circular aquela obra que te tocou.

É só doar!

Amor ao cinema

Cinema Paradiso

Imagem: reprodução

A Itália nos inspira não apenas por suas beleza encantadora e gastronomia de dar água na boca. O cinema italiano é um passeio por todos os sentidos, geralmente trazem divas exuberantes, histórias marcantes e cenários deslumbrantes, como costuma ser qualquer cantinho da Itália. Outras vezes trazem histórias singelas e emocionantes, daqueles que a gente nunca mais se esquece.

Cinema Paradiso

Foto: reprodução

Hoje é dia de estreia de uma nova editoria dedicada à 7ª arte italiana. Para começar, o filme que dá nome a essa linda homenagem: Cinema Paradiso, uma declaração de amor do cinema ao próprio cinema, em uma história divertida e comovente. O filme de 1988 narra a amizade improvável entre o menino Totó e o Alfredo, projecionista do pequeno cinema local, unidos pela paixão aos rolos de filme que são projetados na misteriosa tela, revelando amores, aventuras, lágrimas e risos.

Cinema Paradiso

Imagens: reprodução

O que começa com estranhamento entre o mau-humorado Alfredo e o curioso Salvatore, se transforma na cumplicidade de uma relação paternal cheia de sabedoria e afeto, enquanto o pequeno descobre a magia dos filmes e aprende o ofício do mestre, na Sicília do final dos anos 40.

Mas paramos por aqui, afinal, quem não viu o filme não deve perder mais um minuto antes de descobrir essa pérola do cinema italiano, a primeira das que mostraremos aqui Na Filó. Luz, câmera, ação:

Quem é o culpado?

Expresso da Meia Noite

Imagem: reprodução/divulgação

Um dos mistérios mais clássicos do mundo está para ganhar as telas do cinema e por aqui já estamos animadas, mas veja só se não temos razão.

Assassinato no Expresso Oriente, o livro de mistério mais famoso do mundo, escrito pela inglesa Agatha Christie em 1934, acaba de ganhar sua segunda grande refilmagem e mais uma vez o elenco é de cair o queixo.

Expresso da Meia Noite

Imagem: reprodução/divulgação

Se na primeira versão do filme de 1974 atores do quilate de Ingrid Bergman, Lauren Bacall, Sean Connery, Jacqueline Bisset e Anthony Perkins interpretaram os mais famosos suspeitos da história da literatura, dessa vez o elenco estelar reúne Johnny Depp, Michelle Pfeiffer, Penélope Cruz, Judi Dench, Willem Dafoe e Daisy Ridley entre os passageiros do trem.

Expresso da Meia Noite

Imagem: reprodução/divulgação

O pepel do detetive belga Hercule Poirot ficou com o britânico Kenneth Branagh, que também é o diretor do filme. E se isso ainda não causou nenhum entusiasmo em você, espere só até ver o trailer:

https://www.youtube.com/watch?v=8dWJlkHN7rc

Expresso da Meia Noite

Imagem: reprodução/divulgação

A estreia está marcada para novembro, mas até lá, que tal ler ou reler o livro, que marcou para sempre a história do suspense mundial? Uma boa dica para ficar de pés para cima!

Futuras mulheres maravilhosas

Mulher Maravilha

Imagem: divulgação/reprodução

Depois de tantos anos condenadas a filmes de princesas indefesas e homens heroicos, a estreia do novo filme da Mulher Maravilha tem trazido bem mais do que simples entretenimento para muitas meninas pelo mundo.

São muitas revoluções bacanas na telona, além de uma super-heroína que é uma guerreira, o filme tem uma mulher, a atriz Gal Gadot, como protagonista absoluta. A superprodução cinematográfica está batendo um monte de recordes, é sucesso de crítica e também foi dirigida por uma mulher, Patty Jenkins.

Mulher Maravilha

Imagem: divulgação/reprodução

Pois a resposta positiva já tem aparecido nas escolas, onde meninas já encontraram uma fonte de inspiração muito mais que exalta o poder feminino e que também tem feito os pequenos rapazes reverem muitos de seus conceitos Uma escritora americana escreveu uma carta para a diretora citando mil histórias incríveis que ela ouviu desde o lançamento do filme:

“Sete meninas brincando durante o recreio da terça-feira disseram que já que todas elas queriam ser Mulher Maravilha, então tinham concordado em ser amazonas e lutar juntas contra o mal em vez de brigar entre si.”

Mulher Maravilha

Imagem: divulgação/reprodução

“Um menino que estava obcecado pelo Homem de Ferro me contou que tinha pedido aos pais um tênis novo da Mulher Maravilha.”

“Outra menina perguntou seriamente ao professor (ou professora) se podia trocar o uniforme pela armadura da Mulher Maravilha porque queria estar preparada caso tivesse de salvar o mundo.”

Ainda falta nos libertarmos de muitos estereótipos, é verdade, mas a boa notícia é que esse é só o começo!