Imagem: divulgação/reprodução

E na semana que saíram as indicações para o Oscar de 2018, foi justamente um filme italiano a grande surpresa da temporada, mostrando que o cinema da capital mundial da beleza e dos prazeres ainda tem fôlego para encantar muitas gerações.

Me Chame Pelo Seu Nome é uma história de amor, daquelas delicadas e suaves, que inspiram e tocam em todos nossos sentidos, carregada de beleza e sutilezas. É a história da descoberta de uma paixão em meio a outras descobertas da vida, num cenário estonteante.

Imagem: divulgação/reprodução

As paisagens do Norte da Itália servem de pano de fundo para o encantamento entre dois jovens. Tudo começa quando o aluno americano Oliver chega para ser orientado pelo pai do jovem italiano Elio. Entre afinidades únicas, amizade e um interessante jogo de sedução, eles se envolvem e cativam quem assiste ao filme, aclamado por todos os países por onde passa.

Imagem: divulgação/reprodução

O diretor Luca Guadagnino já tinha nos dado indícios de seu talento em Eu sou o Amor, outro belíssimo filme que se passa no Norte da Itália, estrelado por Tilda Swinton, mas parece que agora marcou seu nome definitivamente na indústria, com 4 indicações por Me Chame Pelo Seu Nome. Além de melhor filme e melhor ator pra Timothée Chalamet, ainda concorre a roteiro adaptado (do livro de André Aciman) e melhor canção. Para melhorar, a produção do longa conta com um brasileiro, o Rodrigo Texeira.

Uma beleza!