Entre cães e g… uepardos!

Cães e guepardos

Imagens: www.sdzsafaripark.org

Dificilmente você vai encontrar uma notícia tão do bem na internet hoje, essa é mesmo para arrancar alguns suspiros por aí. Um zoológico americano encontrou a solução mais simpática do mundo para salvar os guepardos da extinção.

Cães e guepardos

Imagens: www.sdzsafaripark.org

Isso porque esses felinos, também conhecidos como chitas, são considerados tímidos e ansiosos, o que andava dificultando a reprodução assistida dos bichanos. Até que resolveram apresentá-los aos cães labradores, superdóceis e sociáveis.

A amizade, que começa quando os dois são ainda bebês, tem feito com que chitas copiem o comportamento dos cães e se tornem também cada vez mais amigáveis.

Cães e guepardos

Imagens: www.sdzsafaripark.org

Um belo exemplo também de como as diferenças podem ser complementares e de como as amizades podem nos ajudar a viver melhor. Mais alguém com o coração derretido por aí?

Muito além do décor

Arquitetura sustentável

Imagens: Casa Vogue

É difícil não fazer o exercício de imaginar como serão as cidades do futuro. Apaixonadas por verde e natureza que somos, é comum torcer o nariz para o que se esperava sobre o amanhã, megametrópoles metálicas, com carros por todos os lugares, até mesmo no céu.

Por isso nos encantamos com o projeto que está em desenvolvimento em Liuzhou, na China, já com data marcada para virar realidade. Em 2020 a primeira cidade-floresta do mundo vai estar de portas abertas, pronta para acomodar 30 mil pessoas com estrutura completa que inclui casas, hotéis, escritórios, hospitais, escolas e tudo mais que comporta uma cidade tradicional.

Arquitetura sustentável

Imagens: Casa Vogue

Com algumas diferenças dos sonhos, a cidade criada pelo arquiteto italiano Stefano Boeri receberá 40 mil árvores e um milhão de plantas de mais de 100 espécies diferentes, que estarão presentes em todos os prédios em grandes jardins verticais e servirão não só para embelezar o projeto, mas também diminuir a temperatura média da cidade, criar barreiras naturais contra os ruídos, e melhorar a qualidade do ar.

Segundo o arquiteto, a cidade será capaz de gerar 900 toneladas de oxigênio por ano, além de absorver quase 10 mil toneladas de dióxido de carbono e 57 toneladas de poluentes. O projeto é impressionante e promete ser uma revolução na maneira que vivenciamos a natureza, além do deleite visual, aproveitando tudo que ela pode oferecer para nossa qualidade de vida. Uma forma de habitar mais saudável e em comunhão com valores que não deveríamos nunca ter deixado para trás.

Enquanto isso, vale fazer a nossa parte e encher nossa casa de plantas que purificam o ar e melhoram o entorno!

 

Futuras mulheres maravilhosas

Mulher Maravilha

Imagem: divulgação/reprodução

Depois de tantos anos condenadas a filmes de princesas indefesas e homens heroicos, a estreia do novo filme da Mulher Maravilha tem trazido bem mais do que simples entretenimento para muitas meninas pelo mundo.

São muitas revoluções bacanas na telona, além de uma super-heroína que é uma guerreira, o filme tem uma mulher, a atriz Gal Gadot, como protagonista absoluta. A superprodução cinematográfica está batendo um monte de recordes, é sucesso de crítica e também foi dirigida por uma mulher, Patty Jenkins.

Mulher Maravilha

Imagem: divulgação/reprodução

Pois a resposta positiva já tem aparecido nas escolas, onde meninas já encontraram uma fonte de inspiração muito mais que exalta o poder feminino e que também tem feito os pequenos rapazes reverem muitos de seus conceitos Uma escritora americana escreveu uma carta para a diretora citando mil histórias incríveis que ela ouviu desde o lançamento do filme:

“Sete meninas brincando durante o recreio da terça-feira disseram que já que todas elas queriam ser Mulher Maravilha, então tinham concordado em ser amazonas e lutar juntas contra o mal em vez de brigar entre si.”

Mulher Maravilha

Imagem: divulgação/reprodução

“Um menino que estava obcecado pelo Homem de Ferro me contou que tinha pedido aos pais um tênis novo da Mulher Maravilha.”

“Outra menina perguntou seriamente ao professor (ou professora) se podia trocar o uniforme pela armadura da Mulher Maravilha porque queria estar preparada caso tivesse de salvar o mundo.”

Ainda falta nos libertarmos de muitos estereótipos, é verdade, mas a boa notícia é que esse é só o começo!

O que se esconde

Poluição do meio ambiente

Imagens: thejealouscurator

A princípio parecem deliciosos esses picolés japoneses, mas depois de olhar com mais calma eles têm mesmo pinta de obra de arte, não é mesmo? Nem uma coisa nem outra. Eles não são nada gostosos e, apesar do toque “arsty”, vão muito além disso.

 

Os picolés são feitos de nada mais nada menos do que amostra da água de cerca de 100 lugares diferentes de Taiwan, entre lagos, rios e mares. Eles revelam o nível de poluição das águas que às vezes os nossos olhos não conseguem ver.

Poluição do meio ambiente

Imagens: thejealouscurator

O projeto foi criado por estudantes universitários chineses, que recolheram amostras d’água e depois transformaram nesses picolés bonitinhos, mas venenosos, mostrando os perigos que se escondem no nosso meio ambiente.

Uma forma bastante original e poética de chamar atenção para a poluição do meio ambiente, um alerta que serve para o mundo todo.

Pet-sitting pelo mundo

Todo bem

Fotos: Trusted Housesitters

Quem tem paixão por bichos, alma aventureira e sonha em viajar o mundo, acaba de encontrar um prato cheio. O programa Trusted Housesitters nada mais é do que um “intercâmbio” de cuidadores de pets, que de quebra ganham a chance de ficar hospedados de graça em lugares para lá de interessantes.

Todo bem

Fotos: Trusted Housesitters

As propostas são em diversos países e tipos de acomodação, pode ser desde cuidar de um gatinho no seu bairro até tomar conta de dois cães de grande porte numa mansão em Miami, que tal?

Todo bem

Fotos: Trusted Housesitters

A ideia é conectar pessoas que amam viajar, mas que se sentem culpadas em deixar seus animais de estimação sem os carinhos e cuidados com o qual estão habituados, no melhor esquema “uma mão lava a outra”. Dá para curtir um lugar novo, com todo conforto do mundo, e ainda muito bem acompanhado. Basta se inscrever no site por cerca de 100 dólares por ano e ir aos poucos construindo uma boa reputação, até chegar a sua casa e país dos sonhos.

Todo bem

Fotos: Trusted Housesitters

O programa já funciona em diversos países, entre Europa, EUA, Austrália, México e Argentina. Ele inda não chegou por aqui, mas cá estamos nós para dar uma forcinha. Não é uma ótima ideia?