Jardinagem de guerrilha

Você já pensou se de repente naquele canteiro largado, ali bem perto da sua casa, acordasse um lindo jardim florido?

Jardinagem de guerrilha

Foto: www.taupuslaistymas.lt

Na jardinagem de guerrilha, que pode ser enquadrada como um movimento de ativismo político, qualquer espaço urbano ocioso é um alvo em potencial. Terrenos baldios, caçambas vazias, carroçarias de carros abandonados e uma infinidade de outros elementos urbanos podem sofrer intervenções de ações de guerrilha, que normalmente são feitas durante a noite.

Jardinagem de guerrilha

Foto: www.taupuslaistymas.lt

O movimento, que abrange um diversificado leque de pessoas e motivações, visa provocar mudanças através de “ação direta”. A terra ajardinada pelos “jardineiros-guerrilheiros”,  com espécies nativas, culturas alimentares ou plantas ornamentais, é normalmente abandonada ou negligenciada por seu dono legal e torna-se, após a ação de guerrilha, em uma área mais atrativa e com um novo propósito.

Jardinagem de guerrilha

Fotos: melbourneartcritic.com | blogs.hsc.edu

Mas desengane-se você, que pensa que as plantações ilícitas que vêm embelezando várias cidades do mundo são só a última moda em algumas dessas cidades. Liz Christy organizou o primeiro grupo de Green Guerrilla nos anos 70, época em que o termo foi empregado pela primeira vez.

Que as bombas sejam sempre de flores!

Muito além de um conto de fadas

Dream Big Princess

Foto: divulgação

Já faz um tempo que os modelos femininos infantis vêm sendo questionados. Nessa roda, as princesas da Disney entraram na berlinda, afinal, as meninas de hoje já não se inspiram com mulheres rivais e príncipes salvadores.

Dream Big Princess

Foto: divulgação

Ligada nos novos tempos, a Disney começou a lançar uma nova leva de princesas guerreiras, corajosas e interessadas em muitas outras coisas além de um bom casamento para garantir o “felizes para sempre”. E agora, como parte desse esforço, uma nova iniciativa foi criada para propagar essa nova realidade.

Dream Big Princess

Fotos: divulgação

Através da campanha Dream Big, Princess, eles convidaram 19 fotógrafas de 15 países para retratar meninas levadas, atletas, artísticas, reais, que superam desafios, se divertem, sonham grande e que têm tudo para conquistar o que quiserem nessa vida.

Dream Big Princess

Foto: divulgação

O projeto segue no Brasil como “Sou Princesa, Sou Real”. As imagens já podem ser compartilhadas e ajudam a arrecadar fundos para a campanha Girl Up das Nações Unidas, que incentiva a liderança e o empoderamento de meninas no mundo todo.

Isso sim é inspiração. O futuro promete!

Pai que é pai

Licença paternidade

Fotos: Johan Bävman

Quanto tempo é suficiente pra que os novos pais recebam o baby, se ajustem à rotina e possam cuidar com muito amor e calma sua cria? Se no Brasil as mães ganham no máximo 6 meses, aos pais acredita-se que só 5 dias são suficientes.

Mas países como a Suécia andam revolucionando esse conceito aderindo à “Licença Parental”, ou seja, cabe aos dois as dores e as delícias de passar os primeiros meses juntinho com o bebê. O casal tem o direito de passar 480 dias com o filho recém chegado, sendo que 60 dias obrigatoriamente divididos entre dois, fazendo com que ambos possam aproveitar igualmente e dividir as responsabilidades iniciais.

Licença paternidade

Fotos: Johan Bävman

Depois disso os pais podem escolher quem passa o resto dos meses cuidando do bebê, e não são pouco os papais que optam por cuidar da casa e dos filhos enquanto elas voltam ao mercado de trabalho. E são esses pais que viraram foco do ensaio “Pais Suecos”, criado pelo fotógrafo Johan Bävman(https://www.facebook.com/fotografjohanbavman?fref=ts) para mostrar a doçura do dia-a-dia dessas famílias, que expressam uma realidade que deveria ser muito mais comum. 

Licença paternidade

Fotos: Johan Bävman

O resultado é pra lá de fofo, e anda inspirando por aqui. Através da campanha “Eles por Elas” ( http://www.onumulheres.org.br/elesporelas/ ) a ONU convida os pais a mostrarem como é cuidar dos seus filhos na versão brasileira do projeto, saiba como participar aqui ( https://nacoesunidas.org/onu-e-governo-da-suecia-convidam-brasileiros-a-participar-de-campanha-de-fotos-sobre-paternidade/ ).

E viva o Dia dos Pais!

Entre cães e g… uepardos!

Cães e guepardos

Imagens: www.sdzsafaripark.org

Dificilmente você vai encontrar uma notícia tão do bem na internet hoje, essa é mesmo para arrancar alguns suspiros por aí. Um zoológico americano encontrou a solução mais simpática do mundo para salvar os guepardos da extinção.

Cães e guepardos

Imagens: www.sdzsafaripark.org

Isso porque esses felinos, também conhecidos como chitas, são considerados tímidos e ansiosos, o que andava dificultando a reprodução assistida dos bichanos. Até que resolveram apresentá-los aos cães labradores, superdóceis e sociáveis.

A amizade, que começa quando os dois são ainda bebês, tem feito com que chitas copiem o comportamento dos cães e se tornem também cada vez mais amigáveis.

Cães e guepardos

Imagens: www.sdzsafaripark.org

Um belo exemplo também de como as diferenças podem ser complementares e de como as amizades podem nos ajudar a viver melhor. Mais alguém com o coração derretido por aí?

Muito além do décor

Arquitetura sustentável

Imagens: Casa Vogue

É difícil não fazer o exercício de imaginar como serão as cidades do futuro. Apaixonadas por verde e natureza que somos, é comum torcer o nariz para o que se esperava sobre o amanhã, megametrópoles metálicas, com carros por todos os lugares, até mesmo no céu.

Por isso nos encantamos com o projeto que está em desenvolvimento em Liuzhou, na China, já com data marcada para virar realidade. Em 2020 a primeira cidade-floresta do mundo vai estar de portas abertas, pronta para acomodar 30 mil pessoas com estrutura completa que inclui casas, hotéis, escritórios, hospitais, escolas e tudo mais que comporta uma cidade tradicional.

Arquitetura sustentável

Imagens: Casa Vogue

Com algumas diferenças dos sonhos, a cidade criada pelo arquiteto italiano Stefano Boeri receberá 40 mil árvores e um milhão de plantas de mais de 100 espécies diferentes, que estarão presentes em todos os prédios em grandes jardins verticais e servirão não só para embelezar o projeto, mas também diminuir a temperatura média da cidade, criar barreiras naturais contra os ruídos, e melhorar a qualidade do ar.

Segundo o arquiteto, a cidade será capaz de gerar 900 toneladas de oxigênio por ano, além de absorver quase 10 mil toneladas de dióxido de carbono e 57 toneladas de poluentes. O projeto é impressionante e promete ser uma revolução na maneira que vivenciamos a natureza, além do deleite visual, aproveitando tudo que ela pode oferecer para nossa qualidade de vida. Uma forma de habitar mais saudável e em comunhão com valores que não deveríamos nunca ter deixado para trás.

Enquanto isso, vale fazer a nossa parte e encher nossa casa de plantas que purificam o ar e melhoram o entorno!