Viva la vida

Frida Kahlo

Imagem: divulgação

Na última quarta Frida Kahlo faria aniversário. Não que nos falte razão para sempre lembrar da grande artista mexicana, mas a data nos fez rever os motivos pelos quais ela é uma das maiores pintoras e grandes mulheres de todos os tempos.

Frida Kahlo

Imagens: reprodução

Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderón nasceu em seis de julho de 1907, na Cidade do México, em plena revolução mexicana, o que talvez tenha feito dela uma grande revolucionária durante toda vida. Sua paixão pela própria cultura pode ser percebida nos seus tradicionais vestidos floridos e na natureza sempre presente em sua pintura.

Frida Kahlo

Imagens: divulgação/reprodução

 

Em viagem aos EUA, Frida não se encantou nem um pouco pelo padrão de beleza de Hollywood, que vivia seu auge de ouro entre divas que admiramos até hoje. Pelo contrário, a musa mexicana contestou o padrão vigente e seguiu com seu estilo característico, com o buço marcado e as sobrancelhas fortes, que se tornaram sua marca registrada.

Frida Kahlo

Imagem: reprodução

Seu pai e seu avô eram fotógrafos, o que talvez tenha influenciado muito seu estilo de pintura mais consagrado, os autorretratos. Nos quadros criados por Frida estavam expostas suas dores e fragilidades, como um diário aberto de sua vida, mas também de seu amor pela criação. “Ao pintar a si mesma sangrando, chorando, aberta ao meio, ela transmutou sua dor em arte com extraordinária franqueza, temperada com humor e fantasia”, diz sua biógrafa, a historiadora Hayden Herrera.

Seu último quadro antes de falecer, aos 47 anos, mostra imagens de frutas tropicais e coloridas, e se chama “Viva la vida”. E que vida ela viveu!

O poder de um abraço

Fotos: Instagram @louboutinanyc

Imagina você estar no meio de um dia daqueles estressantes, trabalho, compras, pressa e bateção de perna na mais agitada capital do mundo, e de repente ganhar um abraço daqueles capaz de colocar tudo de volta no lugar? É isso que pode acontecer se você estiver em NY. Para melhorar, esse afago reenergizante é dado por um cão para lá de simpático.

O poder de um abraço

Foto: www.news.com.au

Duas vezes por semana essa Golden Retriever fica na esquina entre a 5ª Avenida com 14th Street distribuindo gratuitamente abraços a quem quiser. O carinho daqueles que manda qualquer estresse embora e nos deixa prontos para outra é dado puramente com o intuito de compartilhar afeto. Não tem como falhar, o exemplo bem que podia ser seguido por aí.

Louboutina tem 5 anos e realmente parece sempre muito feliz em fazer e ganhar carinho. Não é à toa que já guarda um verdadeiro séquito de fãs: só no Instagram já são mais de 165 mil seguidores, fora os que passam semanalmente para lhe dar a mão, um abraço e até ganhar beijinhos.

O poder de um abraço

Fotos: Instagram @louboutinanyc

Além de carinhosa, Loubie também é inteligente e atende a comandos em inglês, holandês, espanhol, italiano e francês, que aprendeu com seu dono, Cesar Fernandez-Chavez, que gerencia serviços de interpretação de linguagem no hospital Mount Sinai Beth Israel. Então quem estiver por NY já sabe, passa lá e dê um abraço na Loubie por nós!

Para seguir

Na correria do dia a dia, nada como uma doses de inspiração para deixar a vida mais leve, dar um respiro e recarregar as energias. Referências são sempre bem-vindas, fazem florescer nossa criatividade e ajudam a desenvolvermos um olhar estético mais apurado.

Somos uma mistura deliciosa de tudo que vivemos, vemos e sentimos, por isso é tão bacana nos cercarmos de boas ideias, novas formas, cores e pontos de vista. Hoje vamos dar algumas dicas de perfis para lá de inspiradores, num convite para embarcarmos juntos em novos mundos e propostas visuais. Vamos lá?

Instagram para seguir

Dona de uma poesia doce e ao mesmo tempo forte, marcante, a conta da alemã Ezgi Polat é puro deleite aos olhos. Com uma identidade bem definida e coloração que remete a um ar de magia, a fotógrafa profissional compartilha belas imagens que envolvem décor, retratos, pratos deliciosos, flores e gatos.

Outro belo perfil é da artista americana Alexandra Valenti, que mistura fotografia e aquarela, num resultado incrível, com perfume folk e lúdico. Ela incorpora e brinca com novos tons às paisagens de tirar o fôlego, muitas vezes em P&B, e personagens mulheres como protagonistas. Natureza e experimentos estéticos, tem como ficar melhor?

Se você é fã de ilustração e estamparia, não pode deixar de seguir o Atelier Bingo. Com uma infinita cartela cromática, a marca francesa é especializada em criar desenhos abstratos, chapados, sem relevos, com ar de recorte e colagem e muita sobreposição, num efeito visual muito interessante.

Instagram para seguir

Às vezes vemos um filme ou seriado e uma cena específica nos marca, ou assistimos a algo sem perceber como um frame específico era repleto de um significado que ia além do que um primeiro olhar poderia perceber. Por isso a conta Cinamanic é um mundo incrível a ser explorado pelos amantes da sétima arte, sempre capturando belas cenas, aquele minuto fugaz que ganha um outro significado quando visto mais de perto.

Num misto de décor e botânica, o perfil West and Wild debruça suas lentes sobre espaços repletos de design. Os contornos da natureza somam-se aos da arquitetura com maestria, imprimindo um aroma urbano e ao mesmo tempo natural ao feed, enquanto os tons neutros emprestam elegância cool.

Instagram para seguir

Os apaixonados por crianças fofas têm um novo Instagram para seguir. Mãe de gêmeos, a Sunshine Lily flagra momentos deliciosos dos dois pequenos estilosos, arrancando sorrisos do nosso rosto. A amizade deles e as descobertas da infância ganham lindas fotos, sempre rodeadas de uma atmosfera espontânea e cheia de amor.

Quais são seus perfis favoritos? Os nossos são todos!

Dando bolo

Doce faz bem

Foto: Getty Images

Fazer bolos e biscoitos pode ser mais que uma mania deliciosa, quem ama a arte de se dedicar ao forno para criar belezas sabe bem que além de aquecer a barriga essa atividade também é para lá de terapêutica.

Sim, doce faz bem à alma. Como se sensação não bastasse, psicológicos afirmam que assar bolos, tortas e biscoitos é uma forma produtiva de autoexpressão e comunicação, além de uma forma de espalhar afeto. Fazer sobremesas para outros pode aumentar a sensação de bem-estar, ajudar na redução do estresse e fazer você sentir que fez algo de bom para o mundo, trazendo um sentimento de empatia.

Além do ato simpático e amoroso, cozinhar também é uma forma poderosa de meditação, diz Julie Ohana, terapeuta de artes culinárias, para o HuffingtonPost.

Doce faz bem

Foto: Getty Images

“Assar pães, bolos ou bolachas requer pensar passo a passo e seguir as etapas específicas do aqui e agora, mas também exige que se pense nas receitas como um todo, no que você vai fazer com elas, em quem vai consumir aquele prato, o momento em que você vai compartilhá-lo com alguém. Por isso, preparar bolos é uma maneira muito boa de desenvolver aquela consciência equilibrada do momento e do contexto mais amplo”, garante.

Que tal dar um bolo? Faz bem para o corpo e para a alma!

Futuras mulheres maravilhosas

Mulher Maravilha

Imagem: divulgação/reprodução

Depois de tantos anos condenadas a filmes de princesas indefesas e homens heroicos, a estreia do novo filme da Mulher Maravilha tem trazido bem mais do que simples entretenimento para muitas meninas pelo mundo.

São muitas revoluções bacanas na telona, além de uma super-heroína que é uma guerreira, o filme tem uma mulher, a atriz Gal Gadot, como protagonista absoluta. A superprodução cinematográfica está batendo um monte de recordes, é sucesso de crítica e também foi dirigida por uma mulher, Patty Jenkins.

Mulher Maravilha

Imagem: divulgação/reprodução

Pois a resposta positiva já tem aparecido nas escolas, onde meninas já encontraram uma fonte de inspiração muito mais que exalta o poder feminino e que também tem feito os pequenos rapazes reverem muitos de seus conceitos Uma escritora americana escreveu uma carta para a diretora citando mil histórias incríveis que ela ouviu desde o lançamento do filme:

“Sete meninas brincando durante o recreio da terça-feira disseram que já que todas elas queriam ser Mulher Maravilha, então tinham concordado em ser amazonas e lutar juntas contra o mal em vez de brigar entre si.”

Mulher Maravilha

Imagem: divulgação/reprodução

“Um menino que estava obcecado pelo Homem de Ferro me contou que tinha pedido aos pais um tênis novo da Mulher Maravilha.”

“Outra menina perguntou seriamente ao professor (ou professora) se podia trocar o uniforme pela armadura da Mulher Maravilha porque queria estar preparada caso tivesse de salvar o mundo.”

Ainda falta nos libertarmos de muitos estereótipos, é verdade, mas a boa notícia é que esse é só o começo!