Na correria do dia a dia, às vezes esquecemos de como é importante nos cuidarmos. Ainda bem que existe um mês especial para lembrar e trazer informação sobre um assunto tão importante para nós, mulheres.

Por aqui reunimos os posts que publicamos ao longo do mês nesse espaço tão especial que é o Na Filó. Com dicas e projetos para lá de bacanas, buscamos não só a prevenção, mas também caminhos de bem-estar e autoestima para superar o câncer de mama. Confira:

Outubro Rosa

Para começar nossa série especial, a nutricionista Patrícia Augstroze ensina quais alimentos ajudam a prevenir a doença. Descubra aqui quais são.

Outubro Rosa Sabia que no ano que vem será lançado um documentário sobre o tema? A partir de entrevistas com mulheres ao redor do mundo, o filme é uma mensagem de coragem que desmitifica o câncer e traz um novo olhar sobre a vida. Conheça o projeto.

Já ouviu falar no P.ink Day? É um lindo projeto que todo ano reúne um grupo de tatuadores que durante um dia tatuam gratuitamente mulheres que sofreram com a doença, ajudando a ressignificar suas cicatrizes com um enfeite para o corpo e a alma. Confira aqui.

Outubro Rosa

Também conversamos com a dra. Patrícia Alves, oncologista que dá conselhos preciosos sobre o cuidado contra a câncer de mama. Saiba mais.

Cuidar do corpo é importante, mas a mente é indissociável dele. Tivemos uma Conversa Afinada com a psico-oncologista Jéssica de Riba, que defende a importância do bem-estar emocional, da troca de experiências e do otimismo na busca pela cura. Leia aqui.

 

Tatuagem nos seios

Imagem: P.ink Day

Os efeitos do câncer de mama marcam não só toda a família, mas também emoções e o corpo, Ficam permanentemente na pele, mas isso não significa que seja para sempre uma lembrança dolorosa. A cura pode estar marcada como símbolo de resistência, de esperança, de vitória e de afeto.

Tatuagem nos seios

Imagem: P.ink Day

A doença pode se transformar em algo positivo através da arte e ornar o corpo de uma forma nova e delicada, simbolizando o renascimento e a beleza de ser mulher, de superar os desafios e viver. Pensando nisso um grupo de tatuadores americanos se reúne todos os anos em outubro para o P.ink Day, quando durante um dia tatuam gratuitamente mulheres que sofreram com a doença, ajudando a ressignificar suas cicatrizes com um enfeite para o corpo e a alma.

Tatuagem nos seios

Imagem: P.ink Day

O P.ink Day já acontece há 5 anos nos EUA e no Canadá, com resultados lindos e comoventes, que mudam de forma positiva a maneira com que as mulheres voltam a olhar seus corpos, trazendo de volta a autoestima através de uma expressão de empatia e amor.

Tatuagem nos seios

Imagem: P.ink Day

E o que pode ser mais bonito e bem-vindo depois da cura que empatia e amor?

Arte ao alcance das mãos

Imagem: www.itsnicethat.com

Embora às vezes esteja em ambientes intimidadores, com uma áurea misteriosa e inacessível, a arte existe para ser desvendada por todos os olhos, sentida e apreciada, mesmo quando não totalmente compreendida. E o que pode ser mais gostoso que entrar num museu, se surpreender e se apaixonar por uma nova obra, conhecer uma galeria e admirar um quadro inesquecível?

Arte ao alcance das mãos

Imagem: Facebook Smartify

E foi pensando nisso que foi criado o Smartify, um app bacanérrimo que ajuda a “rastrear” trabalhos artísticos pelo mundo, trazendo informações como o nome do autor e a data da criação, além de curiosidades preciosas como o contexto, etc.

Arte ao alcance das mãos

Imagem: Facebook Smartify

O aplicativo – uma colaboração entre o aplicativo, os museus e a Wikipedia – já conta com 30 instituições, que catalogaram suas obras para você navegar e conhecê-las melhor. Podemos saber mais sobre exposições no Royal Academy of Arts e National Gallery, em Londres, o Metropolitam Museum, em NY, e o Rijksmuseum, em Amsterdam, além de museus na Rússia, Itália, França e em outras cidades nos Estados Unidos.

Imagem: Facebook Smartify

Ainda não tem nenhum museu brazuca entre os participantes, mas como o Smartify ainda é novidade, talvez logo, logo a arte brasileira esteja entre as que podem ser vistas e admiradas ao vivo e pelo app.

O download é grátis, é só baixar e viajar por aí!

 

Especial Outubro Rosa

Quando uma doença que pode ser devastadora toca você ou alguém próximo, existem muitos caminhos possíveis, mas o principal é acreditar. Essa mensagem será passada em breve nas telas por casal cheio de empatia que vai lançar um documentário sobre a história real de luta, vitórias e alegrias de mulheres que sobreviveram e sobrevivem ao câncer.

Nesse Outubro Rosa, precisamos pensar na doença. A melhor forma de espalhar informação e esperança é através da imagem positiva de figuras femininas que contam como foi passar por esse momento tão duro com um sorriso no rosto. Elas ensinam como a manter a confiança na cura e no que existe além dela: a vida.

O filme Além da Cura entrevista mulheres ao redor do mundo, desmitificando o câncer e mostrando as mais diferentes maneiras de lidar com ele, superar tabus e os desafios do próprio corpo. Produzido pela jornalista, fotógrafa e videomaker Bruna Monteiro e pelo empreendedor social Victor Maristane, o documentário mostra experiências pessoais de superação, tratamento e preconceito.

O filme promete ser lançado em 2018 com a ajuda de quem ajudou a financiar o projeto através do Catarse.

Afinal, a cura pode ser um longo, mas belo caminho!

Confira aqui dicas de alimentação para se prevenir contra o câncer de mama.

Treinamento gentileza

Imagens: divulgação/reprodução

Era uma vez um menino de Niterói que queria mudar o mundo, mas como o mundo é para lá de grande, ele começou a mudar o que estava ao redor e aos pouquinhos foi criando uma rede de solidariedade que se expandiu e se espalhou. O trabalho do moço se tornou tão bacana e importante que ele foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz.

Treinamento gentileza

Imagem: divulgação/reprodução

Sim, esse conto de fadas do bem é real e está acontecendo agora com Luiz Gabriel Tiago, um empresário que se inspirou nos dizeres do Profeta Gentileza para criar sua empresa social, o Pontinho de Luz.

O projeto, que começou pequeno há 7 anos, agora pode trazer o primeiro Nobel da história do Brasil através do “Treinamento Gentileza”, um programa que promove empatia e abre uma rede de solidariedade que já conta com 35 mil pessoas, com diversas ações sociais pelo mundo. Os recursos são arrecadados por treinamentos e doações.

Treinamento gentileza

Imagens: divulgação/reprodução

Já estamos na torcida pelo Luiz Gabriel, também conhecido como Sr. Gentileza, levar esse prêmio, mas o mais bacana é mesmo ver o que ele criou ajudando tanta gente. Está de parabéns!