Próxima parada:  paraíso

Próxima parada

Foto: Ir ou não ir

Nossa viagem segue, de cara para o vento, pela Costa Amalfitana. Desta vez, a vezpa fica estacionada porque o resto do percurso vai ser com o pé no chão, algures entre as localidades de Bomerano e Nocelle, e pertinho, muito pertinho, das nuvens.

Próxima parada

Foto: Ir ou não ir

E, já que nossa aventura começa em Bomerano, um vilarejo de Agerola, não vamos partir sem antes entrar em uma salumeria para comprar focaccia, presunto parma e um pouco de mozzarella fior di latte, um tipo de mussarela fresca famosa por estas bandas. Com o melhor sanduíche na mochila e achada a sombra da azinheira mais generosa da trilha, o almoço não será mais uma preocupação.

Próxima parada

Foto: Ir ou não ir

Agora, encha o peito e prepare o coração porque o Caminho dos Deuses – ou originalmente, Il Sentiero degli Dei – é entre subidas e descidas e a paisagem vai te deixar sem fôlego.

Próxima parada

Foto: Ir ou não ir

O cenário, que na primeira metade do percurso é de caráter mais rural e se desenrola em infinitos sucalcos repletos de vinhedos, hortas, plantações de limoeiros e pastos pontuados de ovelhas e cabras se transforma, na segunda metade do percurso, na típica “mancha mediterrânea” repleta de azinheiras, medronheiros, éricas e alecrins.

Próxima parada

Foto: Ir ou não ir

Quase 8 quilômetros de pura poesia – a cada nova perspectiva um brinde à beleza da costa italiana; Capri no horizonte do Mediterrâneo; morros sobrepostos a morros; terraços de plantações e pastagens que se desdobram em mil retalhos; conventos antigos perdidos em encostas verdejantes; vilarejos empoleirados em colinas, que ora se escondem ora se mostram entre as rugas nas montanhas; cheirinho a medronho, limão e mar.

Próxima parada

Foto: Ir ou não ir

Nova luz na cidade

Como se não bastassem todas as lindezas que já nos deixam indecisas e de boca aberta perante tantas possibilidades, todas deslumbrantes, Paris ganhou neste ano mais um lugar que merece a sua visita.

Na verdade não se trata de uma novidade, mas sim a reabertura de um dos prédios mais históricos da cidade, que estava fechado há anos numa obra que buscava equilibrar sua tradição e beleza com as necessidades do século XXI.

Biblioteca Nacional da França

Fotos: Biblioteca Nacional da França

Embora a obra mesmo só termine definitivamente em 2020, já é possível voltar a visitar a Biblioteca Nacional da França, percorrer os espaços majestosos como a “salle Labrouste”, considerada um patrimônio histórico da França com seus 400 assentos, além de ter acesso a cerca de 14 milhões de livros, revistas, manuscritos, gravuras, fotografias, mapas e partituras acumulados desde 1461, que tal?

Biblioteca Nacional da França

Fotos: Biblioteca Nacional da França

A “nova” Biblioteca parece mesclar perfeitamente o moderno e o antigo e já entrou para a nossa lista de sonhos na capital mundial da luz e da beleza!

Famosa pela dieta mediterrânea, essa sobre a qual debruçamos o olhar no último Bem-Viver, e também cenário do filme Cinema Paradiso, que deu o pontapé inicial na nossa nova editoria, a Sicília nos inspira e encanta.

Uma das ilhas mais belas da Itália, sua beleza dá asas à nossa coleção Cocktail Stravaganza e ganha destaque aqui Na Filó, onde podemos fazer um mergulho calmo e delicioso no seu azul.

Rodeada pelo Mar Mediterrâneo, a Sicília é conhecida principalmente por abrigar praias de tirar o fôlego, como Scopello, San Vito Lo Capo, Reserva Ambiental Oasi di VendicariSan Lorenzo, Letojanni e Isola Bella, que contam com uma imensidão de águas tranquilas, pontuadas por pedras e relevos.

Tamanha beleza natural é um convite a um estilo de vida simples, que promove uma alimentação diferenciada. Suas feiras há mais de mil anos colorem os vilarejos, com tomates crespos, verduras orgânicas e peixes frescos, que compõem uma gastronomia saudável e para lá de saborosa.

A excelência da matéria-prima é resultado do incentivo ao cultivo da terra, que proporciona variedade por um baixo custo. Essa valorização faz parte da cultura local, que reaproveita alimentos e ensina a importância de uma produção mais artesanal.

Quando o assunto é natureza, a Sicília dá um banho não só de mar, mas de fogo e sal também. Além das belas salinas de Marsala, ela é terra de vulcões como Vulcano, Etna e Stromboli, esses dois últimos em frequente atividade.

A Sicília também dá uma aula de história, mostrando que sua essência engloba também rusticidade e tradição. Com passado que data desde o III milênio a.C., a ilha reúne monumentos com traços característicos de diversos povos.

As ruínas de Agrigento são impressionantes exemplos de arte e arquitetura grega, enquanto o Portal no Castelo Sarraceno e a Igreja de São João dos Eremitas são testemunhos da presença árabe.

Estar na Sicília é renovar o fôlego, é mergulhar em águas cristalinas e numa cultura repleta de fases e detalhes. É dizer sim a uma vida mais leve, fresca e deliciosa. Sentir um perfume das flores, da maresia, das frutas e de um azeite da mais alta qualidade. Beber uma taça de vinho enquanto o sol de põe.

Impossível não se inspirar diante de tanta riqueza e simplicidade. Enquanto suas próximas férias não chegam, aproveite as peças mais charmosas da temporada e sinta-se mais próxima dessa viagem que abraça um novo estado de espírito.

Lua de mar

Lua de Mel Praia

Foto: TripAdvisor/Ilhas Turcas e Caicos

Os preparativos podem ser bem estressantes, a expectativa matar de ansiedade, a festa é sempre maravilhosa. Mas convenhamos, boa mesmo é lua de mel! E para quem vive sonhando com o lugar ideal e não tem a menor dúvida de que quer mesmo se jogar numa bela praia, podemos dar uma forcinha.

Lua de Mel Praia

Fotos: TripAdvisor/Cuba

A pesquisa Travellers Choice 2017, do site TripAdvisor, acaba de divulgar uma listinha com as melhores praias do mundo e a número um é do Brasil. Quem conhece Fernando de Noronha não ficará surpresa(o) com a Praia do Sancho sendo escolhida a mais bela do mundo. Então essa é a nossa dica: uma lua de mel tropical, entre as belezas do nosso país, num clima de relax total.

Para quem quer viajar por aí, a segunda colocada também não é nada mal, a praia de Grace Bay, em Ilhas Turcas e Caicos, que no ano passado tinha sido eleita a primeira e dessa vez ganha a medalha de prata. O terceiro lugar vai para Aruba, um point certo para quem quer as águas transparentes do Caribe, enquanto o quarto lugar é uma surpreendente e deslumbrante praia de Cuba.

Diga Sim 3

Foto: TripAdvisor/Praia do Sancho

A lista completa segue aqui, vale pesquisar uma por uma até escolher a que melhor caiba nos seus sonhos… só não vale não querer mais voltar!

  1. Baía do Sancho, Fernando de Noronha, Brasil
  2. Grace Bay, Providenciales, Turks e Caicos
  3. Eagle Beach, Aruba
  4. Playa Paraiso, Cayo Largo, Cuba
  5. Siesta Beach, Siesta Key, Flórida
  6. La Concha Beach, Donostia-San Sebastián, Espanha
  7. Playa Norte, Isla Mujeres
  8. Radhanagar Beach, Ilha de Havelock, Andaman and Nicobar Islands
  9. Praia de Elafonissi, Elafonissi, Grécia
  10. Galapagos Beach at Tortuga Bay, Puerto Ayora, Equador

Nova Iorque e o jazz

Como já contamos aqui (e aqui também), a coleção Meu Lugar no Mundo foi inspirada na trajetória da artista americana Georgia O’Keeffe. Pintora modernista,  nos anos 20 começou a pintar flores e os sedutores arranha-céus de Nova Iorque, tornando-se reconhecida como uma das artistas mais importantes do modernismo.

O jazz nasceu em Nova Orleans e ganhou popularidade na Big Apple, atraindo um enorme público para seus clubes no Harlem. Billie Holiday, Duke Ellington, Count Basie, Louis Armstrong, Cab Calloway, Dizzy Gillespie e Ella Fitzgerald são alguns dos artistas que se projetaram para o mundo.

Selecionamos alguns dos jazz mais bacanas ao redor da cidade do Harlem ao Chinatown para quem quer sentir um pouco a magia da improvisação. Sua viagem musical já começa desde agora:

Cafe Carlyle 

Jazz 1

Foto: Rosewood Hotel

Dentro do Hotel Rosewood, esse elegante clube de jazz recebe diversos artistas ao longo da semana, mas é conhecido por ser a casa de Woody Allen que toca por lá as segundas-feiras junto com  Eddy Davis New Orleans Jazz Band.

Endereço: Ground Floor, The Carlyle, A Rosewood Hotel 35 E 76th St, NY.

Apothéke

Jazz 2

Foto: Apotheke

Em Chinatown, esse escondido cocktail é  inspirado em farmácias europeias do século 19, tem música ao vivo às terças, quartas e domingos, mas é nas segundas que fica mais animado e badalado. A dica é chegar cedo e tentar reservar. Perfeito para curtir um ótimo jazz degustando um dos mais de 250 drinks e 500 garrafas de licores trazidos de diferentes partes do mundo.

Endereço: 9 Doyers St – Chinatown, NY. Horário: Segunda a sábado, das 6h30 às 2h. Domingos, das 20h às 2h.

Blue Note

Jazz 3

Foto: Blue Note

Uma das casas de jazz mais antigas de Nova Iorque. No passado, foi palco de grandes nomes e hoje faz shows diários com serviço de jantar.  Sempre bem cheio, é essencial fazer reserva ou comprar os tickets com antecedência.

Endereço: 131 West 3rd Street (em Greenwich Village)

Smalls Jazz Club

Para quem quer escutar um bom som, o Smalls Jazz Club é um clube de jazz pequeno, intimista  e que recebe músicos de qualidade.

Endereço: 183 W 10th St, NY

Smoke Jazz and Supper Club

Jazz NY

Foto: Smoke Jazz and Supper Club

Um típico jazz do Harlem, restaurante com shows diários há mais de 15 anos.  O décor é clássico e as mesas muito bem distribuídas no espaço, fazendo com que todos tenham uma boa visão do show.

Endereço: 2751 Broadway, NY

***

Logo

 

 

 

As autoras do Art of Travel são Julia Duvivier e Mari Sanson, consultoras de viagens e especialistas em roteiros personalizados.

www.artoftravel.com.br
Instagram: @art_of_travel
Facebook: Art of Travel