O blog da Maria Filó

DIA DOS NAMORADOS NA FILÓ

Ahhh, o amor… Esse sentimento sem igual, que nos move e aquece nossos dias. Não à toa, é o tema preferido das músicas, das poesias e dos filmes. Ele nos inspira, injeta doses diárias de alegria e faz entender o significado de uma grande parceria.

Hoje, no Dia dos Namorados, vamos mostrar que não importa a idade ou o tempo de relacionamento. Toda forma de amor vale a pena. Cada história é especial como nenhuma outra e esconde lindos momentos. Hoje os trazemos à tona, convidando 3 integrantes do nosso time e seus respectivos namorados para responderem perguntas que revelam detalhes sobre os seus namoros.

Prepare-se para fortes emoções!

Lili (estilista) e João, juntos há 11 anos

lili

Eles se conheceram ainda no colégio e começaram a namorar após o João dar conselhos para a Lili sobre um relacionamento dela que não tinha dado certo. Foram ficando amigos e desenvolvendo um interesse mútuo. A mãe dela puxava uma “sardinha”para ele e fez a nossa estilista olhá-lo com outros olhos. No início, ainda adolescentes, se encontravam escondidos. Depois amadureceram, seguiram escolhas diferentes na vida, mas sempre caminhando juntos. Desde o início sempre tiveram uma relação de amizade e sinceridade um com o outro, conversando com total liberdade sobre qualquer assunto, um dos motivos pelo qual o relacionamento se tornou leve e saudável. Atualmente, acabaram de sair da casa dos pais para compartilhar uma vida a dois. Uma nova fase que vem dado muito certo, eles estão mais felizes do que nunca.

Onde e como foi o primeiro “eu te amo”?

Lili: “João me levou ao Forte da Urca para ver o pôr do sol. No momento em que o sol estava se pondo, ele disse que me amava, eu no momento fiquei surpresa e emocionada. Não esperava e acabei ficando muda”.

João: “Planejei falar o tão famoso ‘eu te amo’ no Forte da Urca no momento do pôr do sol”.

Um momento inesquecível que viveram juntos

Lili: “Quando fizemos nossa primeira viagem só nós dois. Foi maravilhoso compartilhar momentos inesquecíveis. Conhecer lugares novos, trocar experiências”.

João: “Quando nos mudamos para o nosso apartamento, eu fiz questão de fazer as reformas junto com meu sogro. Em todos momentos que nos sentíamos cansados, imaginávamos a reação da Lili ao ver como ficou a casa e o quarto, assim seguíamos no duro trabalho. E no momento em que a Lili entrou no quarto e viu como ficou, tanto eu quanto meu sogro nos emocionamos. Tinha valido a pena. Foi uma enorme vitória finalmente morarmos juntos, algo construímos aos poucos e ao longo de muito tempo”.

O melhor jeito de se divertirem juntos

Lili: “Viajando, conhecendo lugares novos. Indo a shows de jazz, gênero musical que nós dois amamos. Sempre me divirto também saindo para jantar, compartilhamos os mesmos gostos. Me divirto sempre que estou na companhia dele”.

João: “Quando viajamos e conhecemos lugares juntos, andando pelas cidades, conversando e compartilhando novas experiências”.

Antonio Guido (produtor executivo) e Hugo, juntos há 1 ano

antonio

Pode parecer piegas, mas antes de conhecer o Hugo, O Antonio nunca foi de acreditar em destino. Até que, em 2015, durante um término de namoro viajou para Búzios, resolveu “ligar” um dos aplicativos de relacionamento da época e eis que surge o Hugo. Papo vai, papo vem, conversaram bastante, mas não se encontraram. Como a conversa sempre fluiu, papeavam à distância durante quase um ano e se encontraram somente em 2016, quando o Hugo veio morar no Rio. Daí em diante já deu para entender no que resultou, né?

Onde e como foi o primeiro “eu te amo”

Antonio: “O nosso primeiro ‘eu te amo’ foi bem especial e um pouco engraçado. O Hugo nunca namorou, então ter um relacionamento ainda é um território novo para ele. Quem tomou a iniciativa fui eu, quando estávamos assistindo ao filme “Se eu ficar” lá na minha casa. Como bom pisciano que é, ele estava chorando em uma das cenas românticas e eu aproveitei o momento para me declarar também. Claro que ele caiu novamente em lágrimas, né?”.

Hugo: “Estávamos em casa assistindo a um filme. Eu, como sempre, estava chorando. O Antônio sempre riu da facilidade que eu tenho para chorar em filmes e, nesse dia, eu estava deitado me debulhando, quando ele veio até mim e, em vez de me sacanear, disse que me amava. Eu nem consegui responder na hora porque comecei a chorar mais ainda”.

Um momento inesquecível que viveram juntos

Antonio: “O momento mais especial com certeza foi a nossa primeira viagem. Não poderia ter companhia melhor para aproveitar os parques incríveis de Santiago, a beleza natural de Cajón del Maipo e desfrutar as águas das Termas del Plomo. Fica aí uma dica bem legal para uma viagem a dois”.

Hugo: “O dia em que nossas mães se conheceram. A minha mãe e o Antonio estão com certeza entre as pessoas mais importantes para mim. Ultimamente, por estarmos morando juntos, a mãe dele e eu temos nos tornado muito próximos, amigos mesmo. Então, no dia em que elas se conheceram, ver a interação dessas três pessoas tão importantes para mim foi muito especial. Me fazer chorar não é nenhum grande feito, mas lembro que tive que me conter para não cair em prantos no meio do restaurante”.

Melhor maneira de se divertirem juntos

Antonio: “Com a companhia do Hugo é bem difícil não se divertir. O jeito desengonçado e divertido contagia as pessoas que estão ao seu redor. O melhor jeito de nos divertimos é quando estamos em casa à toa, assistindo a séries ou filmes. Nós temos muitas afinidades e gostos parecidos, então isso facilita na hora de escolher músicas, restaurantes, destinos de viagens e séries. Qualquer programa acaba sendo superespecial”.

Hugo: “Não tem algo específico, acho que basta estarmos juntos. A gente acorda rindo e vai dormir rindo. Nos divertimos em qualquer programa, seja saindo para jantar, indo a uma festa ou só ficando em casa, mesmo. Ele é de longe a minha companhia mais divertida”.

Dayse (modelista) e Evaristo, juntos há 6 anos

Deise

Todo dia quando saía da Maria Filó, Dayse reparava que um homem na oficina ao lado vivia a observando. Era Evaristo. Até que um dia ele a abordou, pedindo desculpas pelo incômodo, e disse que não conseguia parar de olhar para ela. Deu o seu telefone nas mãos de Dayse e a partir daí começou uma linda história de amor. Certa vez, no início do relacionamento, ela desceu do ônibus para ir trabalhar e Evaristo estava todo encharcado a esperando. Sem entender, perguntou o que houve. Ele disse que tinha corrido muito para chegar a tempo de vê-la. O namorido é para lá de romântico, a trata com carinho e se declara sempre. “Plantei uma sementinha no seu coração e vou regar”, disse Evaristo para Dayse nesse início. Que continue regando!

Onde e como foi o primeiro “eu te amo”

Dayse: “Foi nos primeiros meses de relacionamento. Ele é uma pessoa muito carinhosa e sempre me fala coisas bonitas, isso foi me conquistando. É muito bom e prazeroso estar com ele, não tem como não se apaixonar”.

Evaristo: “Foi num barzinho onde tocava música romântica. Foi nesse momento que eu disse ‘eu te amo’. ”

Um momento inesquecível que viveram juntos

Dayse: “Foi o dia que ele chegou com uma rosa e disse que precisávamos ficar juntos porque eu era muito importante para ele. ”

Evaristo: “Foi no dia em que a conheci. Fiquei tão encantado que cheguei para ela e disse ‘tenho vontade de te olhar sem parar’. ”

Melhor maneira de se divertirem juntos

Dayse: “Gostamos muito de praia, então estamos sempre indo e é muito divertido”.

Evaristo: “Viajar aos finais de semana para lugar de praia”.

Que lindos!

  • Tags

  • Mulheres viajantes no cinema
    11.02.2020 • Inspiração
    Viajar é uma das melhores coisas da vida. Pegando carona na nossa cole...
    saiba mais
  • Meu dinheiro, minhas regras
    11.02.2020 • Inspiração
    Dicas de como se organizar financeiramente   “Não deixe o c...
    saiba mais
  • O que temos para fevereiro
    06.02.2020 • Cultura
    Fevereiro é o segundo mês do ano e um dos mais agitados. O motivo é......
    saiba mais
  • compartilhar post

    posts relacionados

      MARIA FILÓ © 2017 Todos os direitos reservados.