O blog da Maria Filó

Recicle já: 5 dicas práticas para você começar

 

 

Hoje é Dia do Meio Ambiente! Hora de pensar em formas sustentáveis e conscientes para um futuro melhor. Afinal, o planeta, assim nós, fica bem mais bonito em equilíbrio. Mas sabemos bem que cuidar dele e do nosso ambiente, da nossa casa, bairro, cidade e país vai muito além de um dia. É uma tarefa diária. Pensando em inspirar você a desenvolver hábitos eco-friendly, hoje vamos te dar algumas dicas de reciclagem práticas e nada complexas. Com medidas simples, é possível ter uma vida com impactos menos agressivos à natureza.

Sempre ouvimos falar muito sobre reciclagem. Basicamente, ela significa reaproveitar resíduos e/ou objetos que são descartados. Mas como será que funciona esse processo de transformar o que é jogado no lixo em objetos e insumos novamente úteis para nós? O Selo Eu Reciclo fez um reels especial mostrando como funciona uma cooperativa de reciclagem. Vale assistir!

Ainda existem muitos desafios a serem vencidos quando falamos de reciclagem no Brasil. Isso porque nosso país recicla menos de 4% de todo o lixo que é produzido em seu território. Essa baixa porcentagem tem alguns fatores importantes para ser justificada. Primeiramente, nós ainda não desenvolvemos tanto o hábito de separar o lixo, por exemplo. Mas isso também se deve ao fato de que falta uma base necessária de cooperativas e outras empresas que façam a coleta seletiva e cumpra todo o ciclo.

Mas como falamos anteriormente, são os pequenos passos que constroem uma grande caminhada. Quer dedicar um tempinho do seu dia a fazer um bem para o meio ambiente? Então, siga nossas dicas descomplicadas e cuide do planeta!

Separe o lixo

Um passo básico para iniciar sua jornada eco-friendly em casa é separar o lixo orgânico, como os restos de alimento, do que for sólido, como papel, plástico e metal.

Separar o que não é possível de ser reciclado do que é, garante com que o processo funcione de forma mais facilitada para todos. Por isso, não se esqueça de sempre lavar os recipientes de plástico, metal e vidro ao descartá-los. Uma dica: em tempos de home office, tenha sempre uma lixeirinha perto de onde você trabalha para jogar fora os papéis que não são mais necessários.

Descubra se a coleta seletiva passa recolhendo o lixo reciclável na sua rua. Se passar, você pode fazer a diferença e conscientizar os moradores do seu prédio sobre o descarte correto das embalagens. Por exemplo: coloque folhetos mostrando quais objetos podem ir naquele lixo do corredor.

Se a coleta seletiva não passar na sua casa, descubra quais pontos de triagem estão mais perto de você. Separe um dia por semana para levar lá. Ah! Vale reaproveitar caixas de papelão em vez de sacolas plásticas para colocar as embalagens.

Uma outra alternativa é aproveitar que a Light dá desconto na conta de luz para quem levar os lixos recicláveis lá. Para saber qual é o local mais perto de você, só clicar aqui.

Se você morar no Rio e a coleta seletiva não passar em frente à sua casa, vale pedir para implementar esse serviço. Neste link, você fica por dentro.

Reaproveite o que for possível

Dicas de reciclagem

Plásticos mais resistentes e embalagens de vidro podem ter sua vida útil prolongada dentro da sua própria casa. Sabe aquele copo de vidro do purê de tomate que tempera sua massa? Ele pode se transformar em um porta-canetas, porta-vela e o que mais você quiser guardar ou expor nele.

As famosas garrafas plásticas podem se tornar vasinhos para suas plantas. Pois bem, elas são muito úteis na hora de plantar mudinhas ou para dar um start na sua hortinha. Aplicando um novo uso a esses objetos, você evita com que ele sejam descartados diretamente em rios, lagoas, locais inadequados e demorem muitos anos para se decompor.

Aprenda mais sobre o que pode ser reciclado

Muitas vezes, a falta de informação pode ser um dos fatores que te impede de reciclar em casa. O básico sobre os materiais é bem conhecido de todos, mas sempre surge uma dúvida na hora do que de fato pode ser reutilizado ou reciclado.

Por isso, é sempre importante se informar sobre o assunto para destinar cada objeto ou resíduo da melhor forma. O óleo de cozinha, por exemplo, pode ser reciclado mesmo depois de ter sido usado. Ao invés de jogá-lo fora diretamente na pia, você pode armazená-lo em garrafas PET e transformá-lo em sabão. Algumas cooperativas espalhadas no Brasil fazem essa coleta. Então, sempre vale dar um Google e conhecer qual projeto faz esse trabalho bem perto de você.

No Estado do Rio de Janeiro, duas iniciativas como o Óleo Local e o Instituto Libertas, recolhem óleo de cozinha usados em grandes eventos e restaurantes para dar o destino correto a ele e fazer sua reciclagem.

Substitua as velhas sacolas plásticas

Esse hábito já é adotado por várias pessoas e é um dos mais simples que você pode fazer para cuidar do meio ambiente. Apostar em sacolas reutilizáveis e recicláveis para te acompanhar nas compras faz com que uma cadeia de poluição que afeta os oceanos, animais marinhos e até mesmo o ar seja quebrado.

Então, monte seu acervo de ecobags e sempre tenha uma dentro da sua bolsa ou mochila do dia a dia. Elas são ótimas companheiras para levar o que precisa e são amigas do planeta. Uma dica é comprar bolsas que já tenham sido recicladas ou que são de materiais biodegradáveis. Em marketplaces, é possível encontrar peças compostas por materiais utilizados de outras formas, como banners de eventos, por exemplo, e de quebra, contribuir para o ciclo reciclável dos objetos.

Faça compostagem

A terra possui ciclos muito ricos, onde conseguem absorver nutrientes importantes de vegetais que usamos no dia a dia e até mesmo de alguns objetos. Esse processo é chamado de compostagem. Mas como isso funciona? Parece complicado, mas não é. A compostagem é um conjunto de técnicas que estimula a decomposição de materiais orgânicos por obra de alguns organismos. Essa ação possibilita em um curto tempo, um solo rico e preparado para receber plantas e vegetais para consumo, por exemplo.

Você pode montar uma composteira em casa seguindo alguns passos. Neste link você tem um guia completo para montar a sua. Além de usar as cascas de legumes e frutas para enriquecer o seu cultivo, alguns objetos como filtro de café, bandeja de ovos, palito de dente, rolha de vinho, guardanapo e sachê de chá podem integrar o processo de compostagem natural.

Fazer mais pelo planeta ao qual você vive é gerar um ciclo positivo que retorna para você. Por isso, dedique um tempinho a fazer ao menos uma das tarefas que exemplificamos aqui. O meio ambiente agradece muito e você gera um presente e um futuro menos agressivos e com impactos ambientais mais conscientes.

  • Tags

  • Quem curte o tema decoração já está sabendo de alguns truques que os p...
    saiba mais
  • O amor é um sentimento único e pode ser representado de várias formas....
    saiba mais
  • Entreter os pequenos que estão passando mais tempo em casa é uma taref...
    saiba mais
  • compartilhar post

    posts relacionados

      MARIA FILÓ © 2017 Todos os direitos reservados.