O blog da Maria Filó

Clássico com bossa: veja como dar um refresh no estilo

Estilo clássico

O que é um estilo clássico?

Falar sobre as várias formas do vestir é um dos assuntos que mais gostamos por aqui. Portanto, hoje o papo não será diferente, temos mais um capítulo da nossa enciclopédia fashion. Dessa vez, o estilo clássico é o nosso tema da vez. Afinal, quem não gosta de um bom blazer com camisa?

O estilo clássico ou tradicional é o mais atemporal de todos. Ou seja, não sai de moda de jeito nenhum. Afinal, a ideia principal aqui é transmitir uma imagem discreta, elegante e, principalmente, sólida. Por isso, shapes retos, calças de alfaiataria, camisas e peças minimalistas são alguns dos itens que não podem faltar no armário da mulher clássica.

“Menos é mais” é o mantra das adeptas deste estilo. Exceto quando falamos sobre a qualidade dos tecidos. Nesse caso, quanto mais nobres, melhor. Seda, cashmere, algodão premium e tecidos de alfaiataria mais estruturados ganham destaque nas produções clássicas, pois são imunes ao tempo e ao vai-e-vem das tendências.

Facilidade, elegância e praticidade formam uma tríade poderosa para guiar a verve mais clássica. Isso porque as peças que falamos acima compõem produções fáceis de serem montadas. A questão do estilo é justamente essa: criar um visual elegante sem muito esforço.

Quais são as peças essenciais do estilo clássico?

Estilo clássico

Coco Chanel, uma das estilistas mais importantes da história da moda, foi a responsável por trazer algumas das peças-chave do estilo clássico para o show. O famoso tailleur, as camisas e o tweed foram só algumas das roupas que a francesa eternizou no armário feminino.

Compor um visual “à la Chanel” (e pra lá de clássico!) não é nada complexo, pelo contrário. Vamos te ajudar fazendo um checklist esperto com as peças essenciais desse estilo. Ao dominar o bê-a-bá do mood clássico, você vai ver como é fácil e divertido explorar combinações com outros estilos. Mas, primeiro, vamos ao básico!

Checklist do estilo clássico

A camisa é, sem dúvida, uma das protagonistas do guarda-roupa clássico. Ela é a base para iniciar sua jornada fashion por um estilo mais tradicional. A versão clássica em popeline deixa a produção mais alinhada e é um coringa em qualquer estação. Já as camisas de seda trazem um ar mais refinado e um toque de sensualidade, que contrasta bem com as calças de alfaiataria.

Outro essencial do estilo clássico é o blazer. Essa peça tem o poder de deixar qualquer look mais sofisticado no ato. A dica de ouro é apostar em modelos que priorizam linhas retas e um bom caimento. Assim, você tem uma peça que vai combinar com tudo no seu armário por muito tempo.

Seja em calças ou em vestidos, as modelagens clássicas seguem linhas geométricas. Os ombros costumam ser bem marcados, e as silhuetas, mais retas, com pouco movimento. Já a cintura fica no lugar ou um pouco mais alta, desenhando o corpo de forma suave e elegante.

Quando falamos de cores, parece óbvio que o estilo mais tradicional siga uma cartela neutra e sóbria. Tons de branco, preto, bege e cinza são escolhas certeiras em qualquer estilo, mas principalmente neste. Vale misturar essas tonalidades entre si, mas você também pode trazer pontos de cor na bolsa ou nos acessórios, sem comprometer a elegância.

Por falar em misturas, que tal combinar as peças-chave deste estilo com as de outros? Confira como transitar entre as diferentes versões do clássico no seu dia a dia.

Look clássico no trabalho

Estilo clássico

Uma produção com estilo clássico é perfeita para acompanhar você no trabalho. Isso quando falamos de ambientes mais formais e que pedem um dress code mais alinhado. Nesse caso, a tríade que falamos acima é altamente recomendada. A camisa, o blazer e a calça formam o combo básico para um visual prático e elegante durante o expediente.

Mas engana-se quem pensa que apenas as executivas podem tirar vantagem das peças mais tradicionais. Nada disso! Se o seu trabalho tem um ar mais descontraído, que tal misturar peças mais casuais com um perfume clássico?

Comece tirando a camisa branca do lugar comum e combine com jeans, por exemplo. Para manter o mood sofisticado, escolha uma calça reta e de lavagem escura. Você também pode optar por uma camisa branca não tão tradicional. Detalhes como mangas bufantes ou bordados discretos elevam ainda mais o lado chic da sua produção.

Clássico com esportivo

Estilo esportivo

Outro mix que sempre dá certo é trazer um toque esportivo para tirar o clássico do sério. Esse toque pode vir dos pés, e se você pensou em tênis, acertou em cheio.

O conforto do calçado além de deixar seus passos mais leves, é uma ótima alternativa para mostrar que o que é bom pode ficar ainda melhor. Percebe como não precisa muito para mudar a cara de um look mais tradicional? Um calçado aqui, um acessório acolá, e a produção ganha mais bossa num piscar de olhos.

Investir em um bottom mais fluido, como uma calça pantacourt, é mais uma forma de jogar com o estilo esportivo, sem deixar o clássico de lado. Atualizar a paleta brincando com o contraste dos escuros e claros também é mais uma boa pedida. Esse jogo pode acontecer tanto com peças lisas ou com estampas mais delicadas.

Clássico renovado

Estilo clássico

Dar um refresh no look também é mais um caminho para sair do lugar comum. Além de mostrar que o tradicional também pode ser cool, você pode usar as roupas de uma forma diferente, com outras combinações.

O blazer que é uma das roupas clássicas eternizadas por Chanel pode fazer dupla com um short de alfaiataria, por exemplo. A calça entende essa amizade e respeita essa dupla.

A camisa pode ganhar bons truques de styling. Vale fazer um nó na barra, suspender as mangas, levantar a gola. Um colete de tricot ou de outra textura mais estruturada pode dar luz a um visual clássico com um quê a mais. Reúna referências e cogite a ideia de usar as roupas de novas formas.

Arrematando os clássicos

Estilo clássico

Tão importante quanto conhecer as peças-chave do estilo clássico é saber como arrematar o look. E aqui, bolsas, sapatos e bijoux têm um papel fundamental. Para acompanhar shapes retos e minimalistas, opte por acessórios delicados, como correntes alongadas e brincos pequenos. Pérolas também são bem-vindas e trazem uma dose extra de sofisticação, deixando madame Chanel orgulhosa.

Nos pés, modelos bem femininos como o scarpin, o slingback, a mule e a sapatilha de bico fino são escolhas que sempre dão match. Pois contrastam com os shapes estruturados das calças de alfaiataria ou saias lápis. Mas você também pode trazer um ar moderno e levemente tomboy para a sua produção com um mocassim bem minimalista.

Como você pode ver, o estilo clássico é uma ótima base para compor um estilo único: o seu. E esse é o grande barato da moda, brincar com as infinitas possibilidades de combinação e entender como cada uma delas pode te acompanhar no dia a dia. Por isso, use todos os recursos da moda para te deixar ainda mais leve e bem consigo mesma. Por fim, explore ao máximo todo o seu protagonismo!

Para ver um acting especial com looks clássicos com uma dose a mais de bossa, dê o play no vídeo que a Renata Freitas preparou para nos inspirar!

 

  • Tags

  • Se vestir é uma das tarefas mais deliciosas da vida. Isso porque as ro...
    saiba mais
  • Nada melhor do que adquirir seus looks-desejo por menos, não é? No baz...
    saiba mais
  • Os looks pretos são verdadeiros clássicos atemporais quando falamos de...
    saiba mais
  • compartilhar post

    posts relacionados

      MARIA FILÓ © 2017 Todos os direitos reservados.