O blog da Maria Filó

O que te move?

Nós, mulheres, estamos em movimento sempre. O dia a dia é corrido e repleto de atividades. E dentro dessa rotina, cada uma tem seu combustível para realizar os desejos e ir atrás dos seus sonhos. Por isso, neste mês da mulher, entre muitos assuntos que vamos falar, queremos fazer uma pergunta importante: o que te move?

Pois bem, levamos essa questão para 8 mulheres que compartilharam suas histórias e nos contaram quais são suas motivações. O que as mantêm sempre em movimento.

Força

Essa foi a palavra escolhida por Adriana Marto, coordenadora de relações institucionais do Theatro Municipal de São Paulo. As mulheres têm desafios diários, em casa, no trabalho, na vida. A importância de ter uma rede de apoio e fortalecimento entre mulheres é justamente para vencer as dificuldades juntas. “Uma coisa que a gente precisa ter e seguir é com força nos nossos ideais. Então: força!”

Conexão

Aline Pranzano, criadora de conteúdo de digital, falou sobre a importância de se conectar com o outro para nossa própria evolução. Esse é o seu trabalho e uma de suas paixões. Até porque, quando nos relacionamos com o outro, aprendemos, crescemos e descobrimos coisas que às vezes que nem nos damos conta que existe. “Eu acho que só quando a gente se conecta com outra pessoa é que a gente encontra nosso verdadeiro propósito.”

Sonhar

Os sonhos fazem parte da vida de Camila Ribeiro, bailarina do Theatro Municipal de São Paulo. Tanto que essa foi a primeira palavra que surgiu em sua mente. Afinal, a dança já estava em seus desejos desde criança. “Tudo que eu vou construindo na minha vida vem a partir dos olhos fechados, da sensação de como eu me sentiria nesse sonho.”

Diversidade

Pensar o futuro é projetar um mundo melhor e mais justo, principalmente para as mulheres. Carollina Lauriano, curadora de arte e criadora de conteúdo digital, é movida pela diversidade. Ela acredita que, assim, os espaços serão mais plurais. “Que existam outras possibilidades de pessoas frequentando, se entendendo e pensando novas possibilidades.”

Novo

O novo faz com a gente se movimente, conquiste. Letícia Becker é consultora de estilo e está experimentando uma nova vida. Ela é mãe de primeira viagem e, agora, vive uma realidade diferente.

“Quando eu me conecto com o novo, quando eu me conecto com a experiência de uma nova realidade, a experiência de uma nova oportunidade, isso me instiga, me motiva realmente”. Viva o novo!

Resistência

Lorena Eleutério, RP e criadora de conteúdo digital, escolheu uma palavra que a acompanha desde sempre. Para ela, resistir é o que a faz seguir mais forte. “Quando você nasce num grupo de minoria, a luta é diária para você resistir aos obstáculos”, afirma.

Música

Além de inspirar outras pessoas, a música é o que mantém a cantora Marina Gold em movimento. A arte sempre foi seu combustível, não apenas na vida profissional, mas também na pessoal.

“Isso é o que mais me motiva, aproveitar essa arte para me conectar com outras pessoas. A música é a minha ponte com outras pessoas”.

Perseverança

Ser mulher nos dias de hoje é persistir todos os dias. Essa é máxima da Stephanie Ribeiro, arquiteta e colunista da Marie Claire. Ter esperança e acreditar que a possibilidade de evolução é real por mais que não seja tão fácil assim. “Acho que perseverança é o que me faz levantar todo dia, porque o que me move é acreditar na mudança. Então eu realmente acho que essa palavra se encaixa muito no que eu acredito”.

O que nos move?

Ter força para seguir sua jornada é um ato de coragem. Acreditar que na conexão com a outra podemos crescer é algo genuíno. Sonhar sem limites, sonhar hoje e sempre. Não deixe seus sonhos virarem fumaça. É na diversidade que encontramos a fórmula para nos reconhecermos enquanto mulheres diferentes, mas cheias de semelhanças. Através do novo, as mulheres ainda vão longe.

Não paramos um minuto de descobrir. Todos os dias quando levantamos da cama, a resistência é o que nos faz perceber o quão incríveis somos e que não podemos desistir. Nossas palavras devem ser como música para os ouvidos das que estão ao nosso lado. Vamos dançar juntas na eterna canção da sororidade.

Por fim, que não falte perseverança para nos reinventarmos a cada possível tropeço da vida. Afinal, independentemente de todas as dificuldades, somos mulheres, estamos sempre juntas e em movimento!

 

  • Tags

  • #Dia Internacional da Mulher
  • Viajar está na seleta lista de melhores coisas da vida. Isso porque nã...
    saiba mais
  • Sejam bem-vindas, mantas de tricô
    24.09.2020 • Lifestyle
    Que atire a primeira pedra quem não parou para cuidar da casa com aind...
    saiba mais
  • Se ajeita aí na cadeira com todo conforto e reserva um pouco mais de t...
    saiba mais
  • compartilhar post

    posts relacionados

      MARIA FILÓ © 2017 Todos os direitos reservados.