O blog da Maria Filó

Na Viagem

Um guia de Madri

Quem me acompanha sabe que sou apaixonada por Madri, cidade onde morei por 3 anos e pela qual sou apaixonada. Cosmopolita, com quase 4 milhões de habitantes, eu diria que MADRI sim, é a cidade que nunca dorme. Os espanhóis são muito animados e vivem na rua, no que chamam, “en la marcha madrileña”.

E um programa imperdível é conhecer o Parque do Retiro, tipo um Central Park, em plena cidade, com belíssimos jardins e esculturas a céu aberto e onde é possível fazer vários tipos de atividades: correr, andar de patins, de bicicleta e até de barquinho em um belo lago, e onde, agora, percebe-se nitidamente a chegada do verão.

na viagem_espanha

Outra sugestão de passeio é visitar dois mercados, o San Anton, mercado gastronomico, aberto há 3 anos, em um prédio dos anos 40, e onde há diversas estaçoes de comida, algumas típicas espanholas, como “jamon iberico”, além de bares e restaurantes, divididos em 3 andares, e fica em Chueca, o bairro gay de Madri, muito animado, por sinal.

E o outro é o Mercado de Fuencarral, pertinho dali, na rua de mesmo nome e onde jovens designers locais tem lojas. Um lugar alternativo, rodeado também  de restaurantes e bares e onde a própria rua, de mesmo nome, cheia de lojas e fechada para carros, é um programa por si só.

na viagem_espanha na viagem_espanha

O bairro de Salamanca também é um passeio imperdível. Elegante e muito arborizado, é cheio de lojinhas interessantes, além de restaurantes e bares de tapas.

na viagem_madri

A cadeia Lateral é um deles. Com vários endereço, autênticos tapas madrilenhos mas com uma releitura moderna.

na viagem_espanha

Recomendo fazer um lanche ou tomar um café na Mama Framboise, padaria super fofa, aberta recentemente. E tomar um chocolate quente na Cacau Sampaka: loja e restaurante não muito longe dali.

Outra parada obrigatória é o restaurante Luzi Bombón, com gastronomia espanhola com toque contemporâneo e decoração de extremo bom gosto,  de frente para o Paseo de la Castellana, uma das áreas mais nobres da cidade.

na viagem_espanha

Em termos de hospedagem, sugiro o Hotel Único, um charme só, no coração de Salamanca, cercado de boas lojas e ótimos restaurantes, sem contar o do próprio hotel, com uma estrela Michélin, sob comando do renomado chefe Jamon Freixa.

na viagem_espanha

Não deixe de dar uma passadinha na Comptoir de Cotonniers, loja francesa uma graça, que tem filial em Madri e fica ali do lado.

na viagem_espanha

E  o mais gostoso de Madri é exatamente isso, caminhar pelas ruas, muito seguras e agradáveis, apreciar suas belas praças, seus prédios históricos e  tropeçar em bares de tapas, um dos símbolos da cultura espanhola. Para se ter uma ideia, segundo um estudo recente, há 132 bares para cada habitante no país. Já imaginou que vidinha chata?

*** 

Renata Araújo é jornalista e autora do blog de viagens You Must Go

Twitter/ Instagram: @youmustgoblog

  • Tags

  • Chego em casa e vejo uma vela no formato de um ponto de interrogação e...
    saiba mais
  •       Sabe aqueles momentos de mudança, quando sentimos...
    saiba mais
  • Lua de mel romântica no Caribe
    07.01.2020 • Cultura
    É sempre difícil escolher o destino da lua de mel, mas é fácil imagina...
    saiba mais
  • compartilhar post

    posts relacionados

      MARIA FILÓ © 2017 Todos os direitos reservados.