O blog da Maria Filó

Na Viagem

A sedutora Jordânia

Acabei de passar dez dias na Jordânia, a convite do Jordan Tourism Board, o órgão oficial de turismo do país. Um grupo de cinco jornalistas brasileiros foi chamado para conhecer a região e depois divulgá-la nos respectivos veículos e, felizmente, fui uma delas.

Como fiz vários passeios, vou tentar resumir aqui o que mais me chamou a atenção.


Voltei apaixonada por este país diverso e cheio de contrastes. Com uma população de 6 milhões de habitantes, sendo que 2 milhões estão na capital, Amã, a Jordânia oferece muitas atrações aos turistas, desde resorts de frente para o mar, por exemplo, como um mergulho na história, na mágica Petra, a cidade toda construída em pedra há dois mil anos.

Para quem gosta de aventura, há passeios de balão, de camelo, safaris, tracking e equitação. Isso sem falar na imensidão do deserto, que encanta qualquer um.

Para completar, a culinária é riquíssima e há diversas opções de compras, desde lindos artesanatos e mosaicos, à lenços belíssimos, bijoux de prata maravilhosas, azeites, sabonetes e cremes feitos no Mar Morto.

Castelo de Ajloun

Um dos lugares mais visitados do país, este belo castelo, a 73km de Amã,  ajudou na derrota dos Cruzados há oito séculos. Ele foi construído para ajudar no controle das minas de ferro e impedir que os francos entrassem na região. O castelo, que originalmente tinha quatro torres, tem uma vista fantástica!

Foi muito curioso poder percorrer as enormes muralhas e imaginar a utilidade dele na época.

No mesmo dia que fizemos a visita, havia dezenas de adolescentes jordanianas fazendo turismo. Foi bem interessante ver a maneira fashion com que elas se vestem, apesar do véu que lhes cobre o rosto. Uma prova de que adolescente é adolescente em qualquer parte do mundo, independente da cultura e da religião de cada uma.

Petra by night

A cidade foi construída pelos nabateus que moraram lá há 2 mil anos e transformaram o local em uma importante rota comercial. Hoje, ela é a atração mais popular da Jordânia, visitada por cerca de 600 mil turistas por ano, vindos de todas as partes do mundo.

Um dia talvez seja pouco para conhecer Petra por inteiro, mas o passeio à noite, pelo chamado “siq”, um corredor de mais de 1km, cercado por rochas gigantes, é emocionante. Tudo iluminado apenas por velas. Indescritível!

Ida ao deserto Wadi Rum e jantar com os beduínos

É preciso alugar um carro 4 X 4, acompanhado de um guia para explorar o deserto. Também é possível fazer caminhadas, tracking e andar de camelo. Tivemos a chance de assistir o pôr do sol e foi uma tarde inesquecível, que recomendo a todos. Depois disso, jantamos na tenda dos beduínos, algo que é possível fazer apenas agendando com certa antecedência.

Foi uma noite mágica, com as estrelas e a lua iluminando o céu e os grandes rochedos nos cercando. As cores no deserto são muito marcantes, como vocês podem comprovar nas fotos.

Esses foram meus flashs da Jordânia, ainda tem muito mais para contar. Se gostarem, deixem seus comentários que podemos partir para um segundo capítulo.

You must Go!

 

Guia Rápido

Onde ficar:

Onde almoçar:

  • Amã – Sufrah Restaurant e Green Valley Restaurant
  • Ajloun- Green Valley Restaurant
  • Petra – Basin Restaurant
  • Mar Morto – Kempinski Hotel

Onde jantar:

  • Amã – Shaman Restaurant
  • Petra – Movenpick Restaurant
  • Wadi Rum – Captain Camp

Passeios:

  • Castelo de Ajloun
  • Deserto de Wadi Rum
  • Petra by  nigth

Compras:

  • Haret Jdoudna Craft Shop (Madaba)
  • Hancraf Center and Mosaic Workshop
  • Noumani Bazzar (Amã)

 

  • Tags

  • Está pensando em percorrer o caminho português de Santiago de Composte...
    saiba mais
  • Amor no Caminho
    04.03.2020 • Lifestyle
    A escolha de alguns caminhos pode mudar, marcar a vida para sempre e d...
    saiba mais
  • Chego em casa e vejo uma vela no formato de um ponto de interrogação e...
    saiba mais
  • compartilhar post

    posts relacionados

      MARIA FILÓ © 2017 Todos os direitos reservados.