O blog da Maria Filó

POR AÍ

A cores

Amélie
Imagem: https://twitter.com/cinemapalettes

Um filme pode ser memorável pelo roteiro, pelo elenco incrível, por uma locação inesquecível e principalmente por tudo isso junto. Mas às vezes um longa entra para sempre no nosso imaginário pelas cores que passeiam entre as cenas, com tanta harmonia que nem percebemos.

Edward Mãos de Tesoura
Imagem: https://twitter.com/cinemapalettes

E embora a gente não pense de imediato nisso, a beleza que envolve a escolha da cartela de cores pode transformar toda a experiência do filme. É o que prova @cinemapalettes, uma conta no Twitter que traz uma análise detalhada dos tons que definem algumas das nossas obras cinematográficas preferidas.

Encontros e Desencontros
Imagem: https://twitter.com/cinemapalettes

Entre eles “Hotel Budapeste” e sua coleção de rosas, os tons pastéis com perfume de conto de fadas de “Edward Mãos de Tesoura”, os tons frios de Encontros e Desencontros, os tons terrosos de “Amélie Poulain” e o solar “Moonrise Kingdom”, também de Wes Anderson, um craque em filmes belamente coloridos.

Hotel Budapeste
https://twitter.com/cinemapalettes

Mas o melhor é que desperta o desejo de assistir de novo todos eles!

  • Tags

  • Mulheres viajantes no cinema
    11.02.2020 • Inspiração
    Viajar é uma das melhores coisas da vida. Pegando carona na nossa cole...
    saiba mais
  • Meu dinheiro, minhas regras
    11.02.2020 • Inspiração
    Dicas de como se organizar financeiramente   “Não deixe o c...
    saiba mais
  • O que temos para fevereiro
    06.02.2020 • Cultura
    Fevereiro é o segundo mês do ano e um dos mais agitados. O motivo é......
    saiba mais
  • compartilhar post

    posts relacionados

      MARIA FILÓ © 2017 Todos os direitos reservados.