O blog da Maria Filó

Dossiê do tricô: história, cuidados e curiosidades

Tricotando passado e presente

Trama condutora das nossas roupas, o tricô é uma arte de entrelaçar fios com muito apuro. O resultado é surpreendente, charmoso, elaborado e com aquele toque artesanal que transforma qualquer look em obra-prima. Por isso, ela nos acompanha há tantos anos e faz parte do nosso DNA. Mas você já se perguntou da onde essa trama veio? Qual é a história do tricô?

Tricô
Fotos: sheepandstitch.com

Por aqui fomos correr atrás do que há por trás dessa técnica que tanto nos encanta. Não se sabe ao certo, mas desconfia-se que as peças mais antigas são meias egípcias criadas mil anos a.C. Uau! Inicialmente, elas eram feitas de maneira semelhante ao crochê, usando 10 agulhas.

Curiosidades

Imagens: domínio público

Ainda no Egito antigo, na obra Odisseia, o tricô surge como “personagem” histórico, adiantando uma realidade que viria muitos anos depois, quando esposas esperavam juntas seus maridos voltarem da 1ª guerra. Adivinha como? Tricotando, claro.

Na obra, uma das mais importantes da literatura, Penélope, enquanto espera o marido Ulisses regressar, passa o dia a tricotar uma peça que à noite é desfeita, adiando assim a ordem do seu pai para escolher um novo pretendente.

Tricô
Imagem: reprodução

O quadro acima, Penélope e os pretendentes, de John William Waterhouse, criado em 1912, retrata bem a saga da personagem enquanto espera por seu amor.

Imagens: tricocursos.com.br

Muitos anos depois, em 1589, o inglês William Lee inventou a primeira máquina de tricotar, que impulsionou ainda mais essa arte. No século 20, a moda abraçou definitivamente o tricô.

Foto: Maria Filó

Hoje, no mundo acelerado, mostrar a beleza do tricô é uma das nossas missões. Não apenas resgatar a atmosfera handmade, mas também trazer a modernidade de um maquinário de ponta. E, assim, unir simplicidade à sofisticação, o clássico ao moderno, exaltando o cuidado com todos os detalhes e o calor das tramas.

Deu até vontade de abrir o armário e pegar nosso tricô mais gostoso para usar!

As tramas da Maria Filó

O tricô é nosso fio-condutor desde 1997, ele compõe nossas tramas-desejo e inspira seus dias. Pois para nós o tricô tem perfume especial, faz parte do nosso DNA e conta parte da história da Maria Filó.

Hoje ele é criado a partir de técnicas avançadas e procedimentos sofisticados que nos possibilitam explorar ainda mais as possibilidades na hora de criar as peças.

Mas um bom e belo tricô não se vale apenas da tecnologia. Então, para o resultado ser ainda mais primoroso, uma equipe afinada e cheia de apuro está por trás dessas peças – todas feitas 100% no Brasil.

 

 

Além de um time de 5 pessoas, entre estilistas, compradora e assistentes, estão envolvidas na produção das peças muitos outros profissionais especializados em tecelagem, como programadores, tecelões, costureiras e remalhadeiras, responsáveis pelos acabamentos mais finos e delicados.

 

Foto: Maria Filó

Os processos dos nossos tricôs

A montagem das peças também varia de acordo com sua estrutura. Alguns modelos precisam de corte, outros apenas de máquina de costura para unir os recortes realizados. Para finalizar, todas as peças passam por uma etapa na mesa de vapor, onde as costuras se moldam e as medidas ficam impecáveis.

 

 

Cada peça tem seu próprio tempo de confecção e ele pode variar entre uma peça e outra. Quanto mais trabalhada uma roupa é, mais demorada fica. Um vestido, por exemplo, pode levar em torno de 2h entre os processos de tecido e de costura. Isso, claro, sem falar do processo criativo na hora de desenhar cada detalhe de cada produção.

Outro fator que também tem uma variação é o da quantidade de fios utilizados em uma peça. Ela também costuma variar de acordo com as características de cada modelo. Portanto, ela pode ir de 1 até 10 cabos de fios (com pontos bem volumosos que remetem ao artesanal).

Os fios são confeccionados em vários materiais e com diversas técnicas. O que determina sua composição é o objetivo do Estilo. Se a ideia for criar uma peça com brilho, por exemplo, a melhor opção é usar rayon ou lurex que são tecidos que brilham por si só.

Cuidados com o tricô

Agora que você já sabe um pouco sobre a história do tricô, fique por dentro dos cuidados para preservar suas tramas:

– Lavar à mão

– Não deixar de molho

– Em vez de pendurar, secar deitado

– Evitar encostar em objetos pontiagudos

– Não usar com bolsas que puxam fios. Evite, por exemplo, as de palha

– Guardar dobrado, de preferência dentro dos saquinhos que vão com as peças

O que fazer quando o tricô puxa fio

Tem fio puxado no seu tricô? Calma! O estilista Alexandre ensina aqui o que fazer. É só fazer movimento circulares para acomodar o fio de volta à trama. Para ilustrar:

  • Tags

  •     Shape alinhado, estruturado e elegância de sobra, essa é...
    saiba mais
  • Pensou em tricô feminino, pensou em Maria Filó. As tramas fazem parte ...
    saiba mais
  • Praticidade, versatilidade, coringa para todas as horas… Consegu...
    saiba mais
  • compartilhar post

    posts relacionados

      MARIA FILÓ © 2017 Todos os direitos reservados.