O blog da Maria Filó

Outubro Rosa: Maggie Kudirka

 

a bailarina Maggie Kudirka
Foto: Andrew Holtz

A vida é como uma constante dança: a cada passo descobrimos algo sobre nós mesmas através de novos desafios, movimentos e caminhos. Quando a vida surpreende, a coragem para improvisar é essencial.

a bailarina Maggie Kudirka
Foto: Andrew Holtz

Foi o que aconteceu com a bailarina Maggie Kudirka, que permaneceu dançando mesmo após receber a notícia que mudou o rumo da sua vida para sempre. Continuou saltando e voando, apesar das mudanças em seu corpo e mente após a descoberta de um câncer de mama. Ela manteve sua paixão pela dança acesa durante todo o tratamento, tentando implementar a atividade sempre que possível. Essa chama iluminou a caminhada da sua luta contra o câncer, diminuindo os efeitos colaterais e contribuindo para a eficácia dos remédios.

a bailarina Maggie Kudirka
Foto: Andrew Holtz

Seu improviso não incluiu apenas a busca em praticar o balé de outras formas, mas a decisão de se expor publicamente para trazer maior conscientização sobre câncer. Maggie se tornou professora de dança e dedica sua vida a viagens pelo Estados Unidos, conversando com seus alunos sobre a causa.

a bailarina Maggie Kudirka
Foto: Andrew Holtz

É possível acompanhar sua evolução e sua história inspiradora através de seu blog Bald Ballerina e seu perfil no Instagram.

Quer conhecer outra bailarina inspiradora? Clique aqui e saiba mais.

  • Tags

  • #Bailarina
  • #Bald Ballerina
  • #ballet
  • #dança
  • #Maggie Kudirka
  • #Outubro Rosa
  • Mulheres viajantes no cinema
    11.02.2020 • Inspiração
    Viajar é uma das melhores coisas da vida. Pegando carona na nossa cole...
    saiba mais
  • Meu dinheiro, minhas regras
    11.02.2020 • Inspiração
    Dicas de como se organizar financeiramente   “Não deixe o c...
    saiba mais
  • O que temos para fevereiro
    06.02.2020 • Cultura
    Fevereiro é o segundo mês do ano e um dos mais agitados. O motivo é......
    saiba mais
  • compartilhar post

    posts relacionados

      MARIA FILÓ © 2017 Todos os direitos reservados.