O blog da Maria Filó

Na Viagem

A romântica Aveiro

Portugal é um dos países que mais atrai brasileiros, por razões óbvias! Mas a maioria deles só quer saber de Lisboa, o que é um equívoco, já que o país é diverso, com cidades lindas e bem diferentes entre si.

No começo do ano, fui chamada para fazer uma press trip – quando um grupo de jornalistas é convidado por um órgão de turismo para conhecer um lugar e depois ajudar a promovê-lo entre seus leitores – e apesar de já ter ido a Portugal várias vezes, me surpreendi! Rodamos o Norte e o Centro do país e vi um cenário bem variado, passando por cidades históricas e paisagens únicas!

Uma das cidades mais fofas, e que encantou a todos, foi Aveiro, chamada por muitos de a Veneza portuguesa por conta dos seus canais, pontes e gôndolas – conhecidas como moliceiros – que lembram a cidade italiana.

Os barcos eram usados para recolher algas, chamadas de moliços e por isso foram batizados assim. Com a chegada dos adubos químicos, os moliços caíram em desuso e os barcos desde então têm função apenas turística, mas conservam suas características: formato de meia-lua, cerca de 15 metros de comprimento e um detalhe curioso: na proa os barcos são coloridíssimos. Além disso, sempre muito bem decorados e cada um diferente do outro.

Em um dia você conhece a cidade, que não é muito grande (cerca de 53 mil habitantes) e  pode ser percorrida quase toda a pé. O passeio de moliceiro é programa certo para os visitantes. Situada a cerca de 70kms do Porto e a 300 kms de Salamanca, na Espanha,  Aveiro é também a cidade onde nasceram os ovos moles, aquelas delícias portuguesas, que fui obrigada a trazer para o Brasil.

Aveiro também tem uma Catedral decorada com painel de azulejos do sec XIX e o Museu de Aveiro, onde está o túmulo da Princesa Santa Joana , que virou freira no século XV, além de uma exposição permanente de pintura, azulejos e matéria têxtil.

Mas a atração mais interessante da cidade está a céu aberto e é totalmente gratuita:  as antigas casas de pescadores, todas decoradas com azulejos, cada um mais colorido e bonito do que o outro. Eles eram usados para combater a maresia que as corroíam e hoje ajudam fazer a cidade se tornar ponto turístico.

Perto dali, mas com acesso só de carro ou ônibus, fica a praia da Costa Nova, um passeio imperdível! São mais casas fofas, todas listradas e cheias de história: no século XIX, os pescadores guardavam ali os equipamentos e, reza a lenda, decoravam cada um para levar um pouco de alegria para a vida tão dura que levavam. Hoje essas casas têm um valor inestimável. São pintadas com riscos vermelhos, verdes, amarelos e ficam todas viradas para a praia.

Aveiro pode não ser a cidade mais conhecida de Portugal, mas certamente é uma parada que vale a pena!

Dicas:

  • Hotel: Moliceiro – boutique, bem central e com quartos temáticos
  • Passeios: Catedral de Aveiro, Museu de Aveiro
  • Compras: Feira de Artesanato aos Domingos e Oficina do Doce
  • Restaurante: O Bairro (pequeno, mas muito simpático, com ótima comida!)
Renata Araújo e jornalista e autora do blog de viagens You Must Go!
  • Tags

  • Chego em casa e vejo uma vela no formato de um ponto de interrogação e...
    saiba mais
  •       Sabe aqueles momentos de mudança, quando sentimos...
    saiba mais
  • Lua de mel romântica no Caribe
    07.01.2020 • Cultura
    É sempre difícil escolher o destino da lua de mel, mas é fácil imagina...
    saiba mais
  • compartilhar post

    posts relacionados

      MARIA FILÓ © 2017 Todos os direitos reservados.