O blog da Maria Filó

na viagem

Cercada pelo oceano atlântico e batizada pelo nome de uma figueira muito comum na região, Barbados é uma ilha caribenha paradisíaca que não está muito longe do Brasil. São seis horas de voo do Rio, e duas de Manaus. Com uma grande diversidade cultural e um povo simpaticíssimo, a ilha atrai milhares de turistas por ano. Nada surpreendente depois que se conhece a beleza das praias, de areia clara e fofa e mar azul turquesa.

Junto com Trinidad e Tobago e Jamaica é a ilha que mais cria talentos musicais. Não é à toa que a diva Rihana nasceu ali e também o cantor e compositor Eddie Grante, autor de grandes sucessos dos anos 80, como “Eletric Avenue” e “I don’t wanna dance” que nasceu ali pertinho e escolheu Barbados para viver. Tive a chance de conhecê-lo durante um seminário de Cultura que aconteceu enquanto estive na ilha.

Não é à toa que Barbados é destino comum de lua de mel e também de casamentos. A burocracia é bem simples (basta traduzir os documentos para o inglês) e a taxa para casamentos civil é de U$125. Já imaginou se casar com um paraíso deste como paisagem?

Estive na ilha por cinco dias por conta de uma convenção que meu marido participou e deu para conhecer bastante a região.

São várias opções de hotéis, dos mais modestos aos mais luxuosos, com destaque para o The Crane, que fica na praia de mesmo nome, cercada por falésias com um mar perfeito e considerada uma das mais bonitas do mundo. Durante anos, a foto da piscina era a usada em publicidade para promover a ilha.

Não fiquei hospedada lá, mas passei o dia. Por U$25, você compra um passe que te dá direito a frequentar a praia e usar as cadeiras e serviço do hotel e ainda almoçar por ali. Uma ótima dica!

Já o Sandy Lane, o mais antigo de Barbados, também belíssimo, é luxo puro! Tem quatro ótimos restaurantes,  spa de primeira e quartos super espaçoso, com linda vista para o mar. Mas infelizmente, não dá para passar o dia, só frequentar os restaurantes.

Pertinho dali, há um shopping de luxo com todas as grifes internacionais, ideal para quem “precisa” fazer compras em qualquer lugar que se viaje.

Mas o curioso é que em Barbados não existe praia particular, ou seja, em qualquer praia, mesmo que você não esteja hospedado no hotel, não podem impedir que ninguém a frequente. Essa é uma das bandeiras e gritos de liberdade da ilha.

Um pouco mais modesto em termos de preços é o Hilton Barbados, do outro lado da ilha, situado na Peebles Beach, uma praia não menos bonita, ideal para caminhadas e com um pedacinho praticamente particular, lindo de morrer!

Em termos de gastronomia, a modesta ilha tem dois restaurantes chiquérrimos e com uma culinária de primeira! O The Cliff é certamente o restaurante mais bonito que já vi na vida. Situado no alto de um penhasco, de frente para o mar, cercado por tochas, ele impressiona mesmo quem está acostumado com os melhores restaurantes de Paris, NY ou Londres e a comida é maravilhosa!

E tem ainda o Cin Cin, aberto há dois anos, com uma vista não menos espetacular.

Então, você já sabe: procurando um destino paradisíaco para passar as férias, seja com o namorado, noivo, marido, com ou sem filhos, pense em Barbados e você não vai se arrepender.

 

Guia Rápido

Onde se hospedar:

Onde comer:

Compras:

  • Tags

  • Chego em casa e vejo uma vela no formato de um ponto de interrogação e...
    saiba mais
  •       Sabe aqueles momentos de mudança, quando sentimos...
    saiba mais
  • Lua de mel romântica no Caribe
    07.01.2020 • Cultura
    É sempre difícil escolher o destino da lua de mel, mas é fácil imagina...
    saiba mais
  • compartilhar post

    posts relacionados

      MARIA FILÓ © 2017 Todos os direitos reservados.